Especialização em Juventude tem início em BH

Curso é promovido pela FAJE e pela Rede Brasileira de Centros e Institutos de Juventude

O curso de Especialização em Juventude no Mundo Contemporâneo, promovido pela FAJE (Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia) e pela Rede Brasileira de Centros e Institutos de Juventude, teve início no dia 6 de julho, em Belo Horizonte (MG). A turma de 49 estudantes, provenientes de todas as regiões do país e da República Dominicana, é formada por educadores, agentes de pastoral, formadores de congregações e gestores de políticas públicas.

As aulas tiveram início com uma conferência inaugural, ministrada pelo Dr. Juarez Dayrell, professor da Faculdade de Educação da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e coordenador do observatório de juventude da mesma universidade. Dayrell apresentou o campo de estudos de juventude, com seus atuais desafios e lacunas. O professor chamou a atenção também para o modo como os problemas que atingem os jovens passam a ser compreendidos como problema da juventude, configurando o que chamou de ‘nova classe perigosa’. Para ele, os problemas que atingem os jovens expõem necessidades e demandas não atendidas.

Ainda nesse módulo, os estudantes cursarão as disciplinas sociologia da juventude; juventude lazer e consumo; comunicação e novas linguagens; história dos jovens; políticas públicas de juventude; e metodologia de pesquisa em juventude.

Essa é a 8ª turma do curso, que já foi sediado em Porto Alegre (RS) e Goiânia (GO), com chancelas da Unisinos e da PUC-Goiás. Ele foi concebido pela Rede Brasileira para contribuir com a tematização da juventude na academia, nas Igrejas, nos órgãos públicos, ampliando o domínio científico e prático sobre a questão juvenil. Desse modo, a Especialização pretende ampliar a pesquisa e produção acadêmica em juventude e qualificar a prática dos que atuam com jovens, nas escolas públicas e privadas (laicas e confessionais), nas Pastorais e movimentos eclesiais juvenis, movimentos sociais, órgãos de gestão de políticas para jovens, congregações religiosas, instituições culturais, etc.

O curso teve início no momento em que fatos preocupantes foram noticiados: o linchamento até a morte de um jovem, de 29 anos, que foi amarrado a um poste e agredido após tentar roubar um bar no Maranhão; e a aprovação da polêmica proposta de redução da maioridade penal pela Câmara dos Deputados, que ainda está em tramitação em outras instâncias.

Essas são questões que remetem diretamente à realidade juvenil contemporânea, que desvela os conflitos e tensões da sociedade como um todo. Temas que interessam aos futuros especialistas em juventude.        

Em 2016, entre os dias 28 e 30 de janeiro, durante o II Módulo da Especialização, o Curso realizará o Seminário Nacional: Aproximações com o mundo juvenil, aberto a todos os interessados na questão juvenil. Em breve, a FAJE e a Rede Brasileira divulgarão mais informações sobre as inscrições.

 

Fonte| Anchietanum