FEI concede título de Professor Emérito para docente

Arthemio Ferrara, do Departamento de Física, atua há 51 anos na Instituição

A esq. Prof. Arthemio recebendo das mãos do reitor, prof. Fábio do Prado, o Certificado de Professor Emérito

A excelência no ensino e na pesquisa do Centro Universitário da FEI resulta de uma composição de fatores que vão desde a infraestrutura dos seus campi até um corpo docente qualificado e dedicado à arte de ensinar. Esse é o caso do professor do Departamento de Física, Arthemio Aurélio Pompeo Ferrara, que foi homenageado com o título de Professor Emérito, pelos seus 50 anos de serviços ao ensino, no dia 6 de maio.

Foram inúmeras as contribuições que o docente, desde que ingressou na Instituição, em 1º de agosto de 1964, proporcionou à FEI. A frente do Departamento de Física desde a sua criação, em 1968, Arthemio chefiou o Departamento e coordenou algumas disciplinas até 1997, quando foi indicado para coordenar a disciplina Mecânica Geral II. Desde 2002, coordena a disciplina Dinâmica do Corpo Rígido. “Em todas as disciplinas, o professor Arthemio contribuiu exemplarmente para criar o padrão FEI de excelência na exposição, no domínio da matéria e no rigor intelectual, além de ter tido um papel importante na consolidação dos laboratórios de Física, como elementos essenciais na formação em Engenharia”, destacou o atual coordenador do Departamento de Física, professor Roberto Baginsk.

Admirado por seus alunos, Arthemio Ferrara é também autor de sete livros que cobrem todas as áreas clássicas da Física e que fazem parte da bibliografia básica das disciplinas de Física da FEI. Estes livros já formaram gerações de engenheiros, muitos dos quais são hoje colegas do professor. “A gratidão da FEI, expressa a convicção de que a contribuição do professor Arthemio ajudou no crescimento de qualidade de nossos estudantes, professores, pesquisadores, bem como dos antigos alunos, hoje profissionais atuando em suas especialidades”, ressaltou o presidente da FEI, padre Theodoro Peters.

O reitor do Centro Universitário, professor Fábio do Prado, lembra que o memorial profissional do homenageado, só atesta o lastro de realizações em sua carreira de magistério, a larga contribuição ao Departamento de Física e a formação de engenheiros, tendo sido idealizador e vetor de inúmeros projetos pedagógicos e metodológicos no ensino da Física e da Mecânica. “Sinto-me seguro e orgulhoso de indicar à comunidade acadêmica, ao prestar essa homenagem ao professor Arthêmio, um referencial de qualidade na docência e na ética profissional”, ressaltou o reitor.

Orgulhoso pela importância do título que recebeu, Arthemio se sente honrado com a homenagem, e fez questão de dividir com todos os professores da Instituição o mérito. “Desde que entrei na FEI, em todos os desafios e cargos que assumi sempre tive o apoio e ajuda dos meus companheiros, sou muito grato a todos”, lembrou o professor.

Arthemio também se orgulha de fazer parte da história de excelência da FEI, e explica que desde o primeiro dia de trabalho se empenhou ao máximo para que a Instituição ganhasse destaque. “Esse mérito é o reconhecimento de muito trabalho e dedicação durante esses 50 anos. Faço meu trabalho com muito prazer todos os dias e não pretendo parar tão cedo”, ressaltou o professor.

Fonte| FEI