Miniempresa aposta no incentivo ao uso do cinto de segurança

Alunos criaram uma almofada que dá mais conforto na utilização do cinto

Segundo a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego, o risco de morte em acidentes de trânsito pode ser reduzido em até 45% no banco da frente e 75% no banco traseiro com uma ação muito simples: o uso do cinto de segurança.

Pensando nisso, a Clouzzy S.A/E, miniempresa do primeiro semestre do Colégio Anchieta de Porto Alegre (RS), criou uma almofada que é presa ao cinto de segurança. “Dois fatores nos levaram a criar o produto: o incentivo ao uso do cinto de segurança e o conforto nas viagens, principalmente para as crianças e pessoas mais velhas que não gostam de usar o cinto”, conta a aluna Natalia Maia, presidente da Clouzzy.

A almofada é feita de tecido, botões e plumante para preenchê-la. Natalia conta que o tecido é cortado, os botões são colocados e uma primeira costura é feita pelo grupo. “Depois vai para a costureira que faz o acabamento. A terceirização nos garante agilidade na produção”, afirma a aluna.

Com pouco tempo de existência, a Clouzzy já conta com grandes parcerias: Detran, Balada Segura, EPTC e o Instituto Cuidar Jovem. Todos engajados por um trânsito mais seguro. Em maio, a Clouzzy, em conjunto com o Instituto Cuidar Jovem, apresentou o produto em uma sessão na Câmara de Vereadores de Porto Alegre. A almofada já está disponível e pode ser adquirida pelo valor de R$25.

 

Conheça mais sobre o trabalho da miniempresa nos links abaixo:

 

Facebook www.facebook.com/pages/Clouzzy-SAE

Instagram instagram.com/clouzzysae

Twitter twitter.com/clouzzysae

 

Fonte| Colégio Anchieta de Porto Alegre (RS)