Medianeira Nossa Música

Iniciativa do Colégio promove música curitibana

Desde 2012, o Colégio Medianeira promove a música curitibana e paranaense por meio de patrocínio direto. Comprometido com a proposta educativa, cujo objetivo é a formação integral do ser humano, o colégio busca fomentar a produção artística da cidade. O primeiro beneficiado foi o Grupo Fato que, em 2012, lançou o DVD/CD Da Tamancalha ao Sampler. Já em 2013, a cantora Juliana Cortes finalizou a gravação de seu álbum de estreia, Invento.

A partir de 2014, o Edital Medianeira Nossa Música entrou em cena para receber diversos projetos musicais, que concorreram entre si para serem beneficiados com o patrocínio. Quem teve a alegria de vencer a primeira edição do Edital foi Fred Teixeira, com seu álbum Zero.

Nos dias 14 e 15 de março, após uma longa reunião, a comissão julgadora escolheu o vencedor da edição 2015: a Banda Braseiro, formada por Luciane Alves, Ricardo Salmazo, Jonas Lopes, Luiz Ivanqui e Otto Lenon, que gravará seu disco de estreia: Ascende o Samba.

Perguntada sobre a importância de projetos como esse do Colégio Medianeira, Luciane Alves, vocalista do Braseiro, comenta que “os editais públicos aumentaram nos últimos anos, mas ainda são bastante escassos e direcionados a quem já possui algum destaque na cena cultural. Por isso, a alternativa de editais de patrocínio direto é uma excelente opção para quem está começando, pois possibilita a demonstração da originalidade e da diversidade cultural”.

A fala de Fred Teixeira, que participou da última comissão, complementa: “acredito que tenhamos um longo caminho a percorrer no que diz respeito à criação de um modelo de negócio sustentável na área da música que independa de incentivos públicos”.

Luciane disse que toda a banda está muito ansiosa com a gravação do álbum. “A expectativa é a melhor! Estamos bastante empolgados e honrados por poder registrar um pouco da cultura daqui, em diálogo aberto com a cultura do samba de terreiro carioca. É uma forma de mostrar que nossa cultura de samba transcende o território paranaense e que está em contato vital com outras manifestações”, afirma.

Confira uma amostra do que estará no disco:

 

 

Fonte| Colégio Medianeira