Alunos participam de intercâmbio na França

Estudantes do Colégio Santo Inácio do Rio de Janeiro ficaram três semanas em Le Havre

Os alunos do Ensino Médio do Colégio Santo Inácio (RJ) participaram de um intercâmbio no mês de janeiro. Os estudantes passaram três semanas em Le Havre, norte da França. Na cidade, que possui menos de 200 mil habitantes, os jovens puderam conhecer os pontos históricos e culturais da região. 

O grupo de oito alunos do Colégio Santo Inácio foi o primeiro a participar do intercâmbio na Escola Saint Joseph, instituição católica fundada em 1872. Durante a viagem, os jovens ficaram hospedados na casa das famílias de alunos da Saint Joseph.

Para Rodrigo de Carvalho, que já conhecia a França, um dos destaques da programação foi a abrangência das atividades, que não se limitaram ao ensino de francês. “Tivemos aulas de caligrafia árabe, chinesa e japonesa, fizemos passeios a locais importantes e bastante diferentes, como os castelos do Vale do Loire e uma das praias em que os exércitos aliados desembarcaram na Normandia, na Segunda Guerra Mundial, além da Abadia de Saint Michel”, comentou Rodrigo.

A coordenadora da 1ª série do Ensino Médio, Márcia Caetano, que acompanhou os alunos, ao lado da professora de Inglês Ana Alqueres, elogiou a capacidade de integração do grupo à vida em Le Havre. “Saímos do verão carioca para o inverno europeu, o que já é um tremendo contraste. Eles foram muito bem recebidos e se adaptaram rapidamente aos costumes diferentes”, disse Márcia.

 

CSI recebe estudantes franceses

Em fevereiro, foi a vez dos alunos da Escola Saint Joseph visitarem o Brasil. Os estudantes conheceram aspectos culturais da cidade do Rio de Janeiro e aproveitaram os dias de sol. A diferença da culinária dos dois países foi bem recebida pelos estudantes franceses. “Há grande diversidade de frutas! Adorei a água de coco, uma delícia, assim como o pão de queijo”, comentou Mèlina Rimbert.

O calor não incomodou os jovens, que andaram pelo Centro Histórico da cidade, conheceram o Jardim Botânico e a Baía de Guanabara, além disso, participaram de aulas de capoeira. Após a estadia no Rio, os estudantes seguiram para Minas Gerais, onde visitaram o Colégio Loyola, em Belo Horizonte, e o Instituto Inhotim, sede de um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil.

 

 

Fonte| Colégio Santo Inácio (RJ)