Acolhida e solidariedade em Assis Brasil

Haitianos são recebidos por jesuítas no Acre

Em fevereiro, a residência dos jesuítas em Assis Brasil (AC) recebeu dois irmãos haitianos (foto). Eles entraram no país via fronteira com o Peru. E durante a travessia, passaram quatro dias sem comer. Padre David Romero, pároco da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, relata que “a experiência de acolher e conviver com os haitianos foi muito humana e profunda”. Após passar alguns dias em Assis Brasil, os imigrantes foram para Curitiba (PR), onde se encontrariam com familiares.

No país, os imigrantes haitianos entravam, inicialmente, por Tabatinga (AM), fronteira com a Colômbia e Peru. Depois, viajavam para Manaus (AM), onde permaneciam um tempo, para, depois, rumarem para o Sul e Sudeste do Brasil. Hoje, a entrada dos imigrantes se dá principalmente pela tríplice fronteira Brasil, Peru e Bolívia.

No ano de 2010, um violento terremoto devastou a capital do Haiti, Porto Príncipe. Após o desastre, milhares de haitianos migraram para outros países a procura de um emprego e de uma vida melhor.

 

Fonte| Ecoar