Jornada Inaciana reúne jovens no Ceará

Experiência foi realizada pela Casa Inaciana da Juventude

Entre os dias 16 e 25 de janeiro, a CIJ (Casa Inaciana da Juventude) realizou a Jornada Inaciana para Jovens, nas cidades de Fortaleza e Madalena, no Ceará. Cerca de quarenta jovens da Paraíba, Piauí, Espírito Santo, Ceará e do Paraguai participaram da experiência. Para o Irmão Ubiratan Costa, diretor da CIJ, a Jornada Inaciana tem o “objetivo de possibilitar uma formação integral para os jovens, proporcionando a vivência dos passos de Santo Inácio e o aprofundamento do seguimento a Cristo”.

Segundo o jovem Daniel Muniz, o lema ‘em tudo amar e servir’ ressaltou a proposta da Jornada. “É uma experiência maravilhosa de ir ao encontro do outro e conhecer realidades diferentes. Durante a Jornada, eu percebi como, cada vez mais, Deus me surpreende”, disse Daniel.

A Jornada foi realizada em seis etapas, todas relacionadas com a vida de Santo Inácio de Loyola, fundador da Companhia de Jesus:

 

Integração

Primeira etapa da Jornada, o momento de integração visou o entrosamento entre os jovens, com o objetivo de possibilitar a construção de laços de afetividade e amizade entre os participantes.

 

Formação

A segunda etapa propôs o contato mais aprofundado dos participantes com o tema da Campanha da Fraternidade 2015, que esse ano será ‘Fraternidade: Igreja e Sociedade’. Nessa fase, o tema foi observado pela perspectiva do público juvenil, contemplando, assim, discussões acerca dos desafios enfrentados pelos jovens na contemporaneidade.

 

Missão

A terceira etapa convidou os jovens a abraçarem a vida pastoral e apostólica. Distribuídos em duplas e trios, os participantes foram convidados a viver uma experiência de missão em comunidade de base, onde desenvolveram atividades de visitas às casas, orações comunitárias e encontros com a juventude local.

A cidade de Madalena, no sertão cearense, acolheu a Jornada Inaciana nas etapas da missão, peregrinação e inserção sociocultural. Para a jovem Celina, que realizou a missão na comunidade Caçimba Nova, zona rural de Madalena (CE), a experiência foi um dos momentos mais marcantes. “Eu me senti muito acolhida na comunidade e vivenciei a alegria da fé daquelas pessoas, que repartiram com generosidade o pouco que tinham comigo, alguém que elas nem conheciam”, afirmou Celina.

 

Peregrinação

Após o momento formativo, e depois de terem vivenciado a vida comunitária e os desafios da missão, os jovens se colocaram a caminho e assumiram uma postura de despojamento e disposição para ir ao encontro de Cristo. Em 2015, eles percorreram 15 quilômetros. O trajeto foi marcado por paradas para reflexão e oração. A peregrinação se encerrou com uma celebração eucarística.

 

Inserção social

Com o objetivo de desenvolver a capacidade de análise crítica e, sobretudo, o desejo de mudança, os jovens conheceram a realidade do assentamento rural na comunidade de Paus Brancos. Ainda na cidade de Madalena, os jovens participaram de outro momento formativo com o tema autoconhecimento, o escolástico Ramon Mogollon, SJ, acompanhou a experiência. Além disso, uma animada noite cultural proporcionou um rico momento de integração com a juventude local.

 

Espiritualidade

A última etapa da Jornada desafiou os jovens a silenciarem. Assim, durante três dias, experimentaram um encontro com Deus através da oração pessoal, a partir dos Exercícios Espirituais de Santo Inácio.

Para o jovem Renan Sousa, o momento dos Exercícios Espirituais foi o maior desafio. “Os EE exigem silêncio e concentração, eu posso dizer que a Jornada Inaciana trouxe de volta o meu gosto de amor pelo serviço, além de contribuir para um maior conhecimento”, ressaltou Renan.

A Jornada Inaciana para Jovens acontece anualmente, durante as férias de janeiro, e dura entre sete e dez dias. “A experiência propõe que os jovens sejam contemplativos na ação, no qual a profunda experiência de oração seja animadora”, afirmou Ir. Ubiratan.  “A Jornada Inaciana é uma experiência que levarei para o resto da minha vida”, contou o jovem Gabriel Oliveira.

 

Fonte: CIJ (Casa Inaciana da Juventude)