FEI conquista bicampeonato em competição de Engenharia Civil

Disputa reuniu estudantes de todo o País

Uma equipe de nove alunos de Engenharia Civil do Centro Universitário da FEI conquistou o bicampeonato na prova APO (Aparato de Proteção ao Ovo), na competição realizada pelo Ibracon (Instituto Brasileiro do Concreto), em Natal (RN), entre os dias 7 e 10 de outubro.

O desafio da prova consistia em desenvolver estruturas de aço e concreto, de alto desempenho, que deveria proteger um ovo de impactos de uma massa de 15 kg, lançada de alturas crescentes. Na modalidade Concrebol, os alunos da FEI conquistaram o 3º lugar. Nela, é preciso desenvolver uma bola de concreto que consiga acertar um gol em trajetória retilínea, após ser chutada por um martelo, e que suporte a maior carga num ensaio de ruptura por compressão.

Realizada anualmente, durante o Congresso Brasileiro do Concreto, a competição possibilita aos participantes projetar e desenvolver formas, protótipos, equipamentos e métodos de execução. Um trabalho que envolve pesquisas tecnológicas sobre aço de alta resistência, concreto de alto desempenho, soluções de aditivos, misturadores e adensadores, além do estudo do comportamento estrutural do protótipo, de acordo com o tipo de esforço aplicado no ensaio da competição. Além disso, os alunos também precisam elaborar e seguir cronogramas e orçamentos; e ainda aprendem a dimensionar e controlar recursos materiais e mão de obra.

“Conquistar pela segunda vez o 1º lugar na modalidade APO é o reconhecimento do trabalho dos alunos, que têm se dedicado muito ao projeto, durante todo o ano”, afirma o professor Kurt Amann, coordenador do curso de Engenharia Civil da FEI. “Esse é o maior evento do setor no País e traz reconhecimento e visibilidade nacional à FEI e ao curso de Engenharia Civil. Primeiro, por nossa participação frequente e porque as equipes da FEI são valorizadas também pelo bom relacionamento e cooperação com as dificuldades das outras equipes, além da retidão com que seguem as normas”, completa.

A FEI também ficou entre os 10 primeiros na modalidade COCAR (Concreto Colorido de Alta Resistência). Nessa categoria, são desenvolvidos corpos de prova de concreto colorido ecologicamente eficiente, que devem possuir elevada densidade de cor e resistir a maior carga de compressão.

Na competição, as equipes têm ainda a oportunidade de conhecer estudantes de todo o Brasil e possíveis empregadores, uma vez que muitas empresas do Congresso Brasileiro do Concreto contratam os ex-alunos participantes, por identificarem seu potencial e capacidade de trabalho diante dos resultados obtidos. A FEI participa desde 1998 dos concursos do Ibracom, figurando sempre entre os dez melhores resultados até 2007, quando conquistou pela primeira vez o 1º lugar no Aparato de Proteção ao Ovo e o 3º lugar no Concrebol.

Fonte: FEI