FEI assina acordo com universidade sueca

Convênio intensificará o intercâmbio entre as instituições

O Centro Universitário da FEI assinou um acordo de intenção com a Universidade de Linköping, na Suécia, em outubro. O convênio deve intensificar o intercâmbio de alunos, professores e pesquisadores. Segundo o professor Vagner Barbeta, diretor do Instituto de Pesquisas e Estudos Industriais da FEI, o acordo permite aprofundar o relacionamento que já ocorria de forma pontual entre as instituições. “A partir de agora, abrem-se muitas oportunidades de intercâmbio entre alunos de graduação e pós-graduação, assim como para o desenvolvimento de projetos conjuntos de pesquisa”, explica.

O acordo foi resultado de uma viagem de representantes do Centro Universitário da FEI à Suécia, no final de setembro. A viagem, realizada a convite da prefeitura municipal de São Bernardo do Campo, reuniu uma comissão formada por empresários, instituições de ensino e governo, e incluiu visitas a indústrias, universidades e parques tecnológicos do país europeu.

A comissão visitou a fábrica da Saab, que construirá os caças Grippen NG, para a Força Aérea Brasileira, com transferência de tecnologia. “O modelo de atuação da hélice tripla, como é chamada a parceria entre instituições de ensino e iniciativas públicas e privadas da Suécia, é referência de sucesso e permite o desenvolvimento de inovações de uma forma mais ágil. Esse processo se completa no ambiente dos parques tecnológicos, onde a troca de conhecimentos beneficia todos os atores do sistema”, completa Vagner.

A Universidade de Linköping é uma instituição pública de ensino superior, situada na cidade de mesmo nome, com foco em pesquisa e tecnologia. Tem um parque tecnológico, o Mjärdevi, que concentra 260 empresas inovadoras, desde start-ups a multinacionais das áreas de internet móvel, imagem e som, segurança automotiva e desenvolvimento de softwares e sistemas.

Em novembro, a FEI receberá a visita de uma missão sueca em continuidade às ações de relacionamento com universidades, empresas e lideranças governamentais do país. “A formalização do termo de cooperação com a Linköping é mais um passo no itinerário de internalização da FEI, com parcerias concretas com instituições sólidas e em áreas estratégicas para ambas as partes. Soma-se a isso, a importância dessa cooperação para o processo de inovação institucional, uma vez que o modelo de integração entre as universidades, as empresas e o poder público na Suécia é bastante avançado”, afirma o reitor do Centro Universitário da FEI, prof. Dr. Fábio do Prado.

Fonte: FEI