Educadores dinamarqueses visitam colégio jesuíta

Grupo conheceu a estrutura e o curso noturno do Colégio Santo Inácio (RJ)

Uma delegação de educadores dinamarqueses visitou o Colégio Santo Inácio, no Rio de Janeiro (RJ), no dia 3 de outubro. O grupo conheceu a estrutura da escola e, especialmente, o curso noturno da instituição. Segundo Soren Andersen, diretor de uma escola especializada em educação para adultos, a Dinamarca tem uma taxa de 15% de analfabetos funcionais.

O interesse em conhecer os métodos de ensino brasileiro, voltados para quem não teve oportunidade de estudar quando criança surgiu a partir do destaque alcançado no cenário mundial pelos BRICs – os quatro países de economias emergentes (Brasil, Rússia, Índia e China), que ainda lidam com dificuldades no campo educacional, explicou Lisbeth Andersen, casada com Soren e articuladora do contato entre o consulado dinamarquês e as autoridades brasileiras. “Acompanhamos com interesse os avanços pedagógicos do Brasil, que tinha uma situação educacional e econômica muito incipiente há quinze anos”, acredita Lisbeth.

No Colégio Santo Inácio, o grupo foi recebido pelos diretores de Formação Cristã, padre Edison Silva, e Administrativo-financeiro, Jorge Alberto Dáu, que fez uma breve exposição sobre as escolas da Rede Jesuíta de Educação. O grupo percorreu salas de aulas, laboratórios e o CESI, conversando com professores e observando atividades dos alunos.

Fonte: Colégio Santo Inácio (RJ)