Colégio Loyola cria Comitê Gestor de Tecnologia

Alunos da instituição farão parte da equipe que ficará responsável por refletir sobre questões tecnológicas

O Colégio Loyola criou um Comitê Gestor de Tecnologia, que refletirá sobre questões relacionadas às novidades tecnológicas. O mais interessante é que os próprios alunos farão parte da equipe, eles serão os responsáveis por propor ideias, testar novos caminhos e ajudar a escola a trilhar novos rumos em direção às implementações tecnológicas.

No dia 15 de setembro, onze alunos foram nomeados como integrantes do Comitê Gestor Discente de Tecnologia (CGDT). “Eu gosto muito desta área de tecnologia e eu penso que poderei ajudar no Loyola com as minhas ideias”, disse Larissa Valadares, da 2ª Série do Ensino Médio. Para Hugo Werneck, do 9º Ano Ensino Fundamental, essa inciativa da escola em criar o CGDT vai melhorar o desempenho acadêmico e a convivência escolar.

O Loyola é um dos poucos colégios que já contam com essa novidade. “O trabalho do comitê irá ajudar a escola a discernir e refletir sobre as questões tecnológicas”, afirma padre Germano Cord Neto, diretor geral da instituição.

“O Comitê de Tecnologia é uma oportunidade de a escola ouvir os alunos em relação à visão deles sobre tecnologia”, afirmou Bruno Paim, coordenador operacional do CGDT, que também contará com a participação do Matheus Goyas, assessor externo do Comitê e Diretor de Estratégia do APP Prova.

 

 

Fonte: Colégio Loyola