Jesuíta é premiado por pesquisa do câncer

Pe. Perera está no 2º ano do doutorado em Genética

O padre Sumeth Perera, da Universidade de Oxford, classificou-se como segundo lugar ao prêmio Peter Beaconsfield em Ciências Fisiológicas 2014. O jesuíta do Sri Lanka, que está no 2º ano de doutorado em Genética no Departamento de Fisiologia, Anatomia e Genética (DPAG), foi premiado pela pesquisa sobre as células do câncer. 

O prêmio, aberto a estudantes pós-láurea em Ciências Fisiológicas, reconhece os jovens pesquisadores que já estão em condições de sair do estereótipo da especialização estrita, e de discriminar uma compreensão mais ampla do significado e da potencial aplicabilidade de sua pesquisa. Os vencedores continuam a desenvolver sua pesquisa, mas agora em nível internacional.

Segundo padre Perera, “os tratamentos contra o câncer estão se tornando sempre mais sofisticados, mas há ainda grandes lacunas. O fenômeno que descobri pode influenciar os modos pelos quais tratamos os doentes de câncer e, além disso, reconhecer se os tratamentos que funcionam”.

Fonte: www.ihu.unisinos.br