Padre Ilário Govoni lança livro sobre Anchieta

Obra traz documentos e cartas do missionário

O padre Ilário Govoni lançou o livro Anchieta: um santo desconhecido?, no dia 4 de julho, na Biblioteca Municipal Orlando Lima Lobo, em Marabá (PA). Na obra, a vida de Anchieta é dividida em duas partes: na primeira, é contada sua história, e, na segunda parte, são apresentados documentos e cartas do missionário.  

Segundo padre Ilário, o objetivo principal do livro é o de fazer com que os leitores conheçam mais a história do Santo, através das cartas, dos relatos, dos documentos e das ilustrações da vida do missionário, que tanto fez pela evangelização e missão da Igreja no Brasil.

Participaram do evento cerca de 80 pessoas, entre autoridades políticas, religiosas, amigos, jesuítas e colaboradores da paróquia Sagrada Família. Estiveram presentes o representante da Funai (Fundação Nacional do Índio), Ricardo Rau, o escritor marabaense, João Brasil Monteiro Filho, autor do livro  A vida é um mistério, e o diretor da Biblioteca Municipal Orlando Lima Lobo, professor e escritor, Aírton Souza.

O lançamento do livro teve grande repercussão no Pará, o padre Ilário deu entrevista para o jornal Correio de Tocantins, que tem grande circulação na região, e também foi entrevistado pela TV RBA, emissora regional.

Padre Ilário Govoni é jesuíta, nasceu em 1936, no delta do Rio Pó, região de Turim, Itália, e chegou ao Brasil, em 1960. É cientista social, autor de vários livros, entre eles Vida e Império do Anticristo, do jesuíta Gabriel Malagrida.  Há 25 anos, dedica-se à paixão pela pesquisa histórica da Companhia de Jesus, no Brasil.