Padre Guillermo Cardona se despede de Manaus

Jesuíta desenvolveu várias atividades na região

O Pe. Guillermo Antônio Cardona Grisales, que durante 18 anos desenvolveu trabalhos em Manaus (AM), se despediu da região no dia 23 de junho, durante uma celebração eucarística realizada no Centro Pastoral Loyola. A missa foi presidida pelo Pe. Guillermo, na qual se fizeram presentes os jesuítas de Manaus, colaboradores do CDH e SARES (Serviço de Ação, Reflexão e Educação Social), além de representantes da comunidade de São Pedro do Tarumã Açú. 

Pe. Guillermo, em sua homilia, relembrou a luta pelos direitos socioambientais e do trabalho de formação em ética e política empreendida no SARES, nos últimos tempos. Segundo o jesuíta, é um desafio muito grande lutar contra os interesses corporativos e governamentais, mas que já aparecem sinais do Reino na organização comunitária, como, por exemplo, na comunidade de São Pedro do Tarumã Açú, que impediu a invasão e ocupação dos madeireiros e dos exploradores dos recursos minerais.

Ao final, Pe. Guillermo agradeceu a todos que de alguma forma contribuíram para que ele pudesse realizar a sua missão. O superior da BAM, Pe. Adelson Araújo dos Santos, agradeceu ao jesuíta por sua postura, que mesmo não pedindo veio trabalhar em Manaus. Segundo Pe. Adelson, padre Guillermo “desenvolveu várias atividades na região, desde a defesa dos direitos humanos, formação de lideranças, além de colaborar com a formação dos estudantes jesuítas”. 

No dia 30 de junho, Pe. Guillermo viajou para Santarém (PA), sua nova missão, onde será o superior da comunidade jesuíta e colaborará na diocese na Pastoral Social.