Obras de Minas Gerais participam de encontro

O tema foi os 200 anos de restauração da Companhia

Os padres Manuel Hurtado, Delmar Cardoso e Germano Cord Neto (da esquerda para direita)

As obras da Companhia de Jesus de Minas Gerais se reuniram para refletir sobre os 200 anos de restauração da Ordem religiosa. Cerca de 90 pessoas, representantes das obras, participaram do evento, que teve como tema “E se tudo pudesse ser mais?”.

O Pe. Manuel Hurtado apresentou o tema e falou sobre o processo da restauração e seu significado hoje, já o Pe. Germano Cord Neto refletiu sobre a missão e os desafios da Companhia no mundo contemporâneo. A mesa de debate foi mediada pelo Pe. Delmar Cardoso.

Participaram do encontro as seguintes obras: Colégio Loyola, Centro Loyola de BH, Creche Caiçaras, FAJE (Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia), Paróquia São Francisco Xavier, AJEAS (Associação Jesuíta de Educação e Assistência Social), Paróquia Santíssima Trindade e as unidades de Fé e Alegria em Santa Luzia e Montes Claros, além do Filosofado Interprovincial São Francisco Xavier e da Comunidade dos jesuítas de Montes Claros. O encontro, realizado no dia 24 de maio, em Belo Horizonte (MG), destacou a importância de refletir sobre a maneira que as obras atualizam e vivem a missão da Companhia de Jesus.

 

Fonte: Centro Loyola de Belo Horizonte