Seminário sobre Teologia Pastoral reúne pesquisadores

Evento realizado na FAJE deu continuidade às discussões e estudos iniciados em 2012, no Chile

A FAJE (Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia) recebeu o II Seminário Internacional de Pesquisadores em Teologia Pastoral, que reuniu 22 pesquisadores do México, USA, Chile, França, Inglaterra, Colômbia, Argentina, Coreia e do Brasil, entre os dias 7 e 11 de abril. O evento deu continuidade às discussões e estudos iniciados em 2012, em Santiago, Chile.

O grupo de pesquisadores, conhecido como Grupo de Santiago, tem como objetivo o aprofundamento das práticas pastorais e eclesiais em diferentes contextos, no intuito de aprender em colaboração, o que é a teologia das práticas pastorais e eclesiais. Grande parte do grupo esteve na primeira seção do Seminário, em 2012. Os demais se inseriram a partir deste segundo encontro.

No Seminário, os pesquisadores chamaram a atenção para a importância dos diversos olhares, a relevância de teólogos e de cada contexto na busca de soluções para as diferentes práticas e desafios da pastoral e da evangelização. Para eles, sua pesquisa é aberta às ciências sociais e à filosofia, através da observação, da análise crítica e da prática.

Segundo os participantes, a base dos estudos é a troca de experiências, que traz as questões de cada realidade. O grupo buscou também fundamentar teoricamente suas pesquisas em diálogo com a obra A imaginação analógica, do teólogo norte-americano David Tracy.

Um dos resultados do Seminário é a divulgação, para um público mais amplo, das pesquisas realizadas, através da publicação das Atas (Anais), das duas seções do Seminário (a segunda está prevista para o 2º semestre de 2014), e da publicação de um livro (previsto para 2016). O grupo dará ainda continuidade às pesquisas. Assim, em 2015, haverá dois encontros, um no México, com os pesquisadores da América Latina, e outro na Europa, com pesquisadores europeus e norte-americanos. Em 2016, outra seção ampliada se reunirá em Paris, França.

Apesar de muito trabalho, os participantes saíram otimistas após a análise das pesquisas partilhadas durante a semana. “Descobrimos perspectivas para confrontar a nossa própria relação com a pastoral e compartilhar a reflexão sob a teologia prática”, afirma a doutoranda Carolina Bacher, da Universidad Católica de Argentina, em Buenos Aires.

A conferência A Igreja diante da crise antropológica contemporânea, realizada pelo professor Dr. Henri-Jérôme Gagey, do Institut Supérieur de Pastorale Catéchétique – ISPC, do Institut Catholique de Paris, encerrou o evento.

 

Fonte: FAJE