Projeto Conexões de teatro está com inscrições abertas

8ª edição prestará homenagem aos 450 anos de Shakespeare, com a peça Cimbelino, inédita no Brasil

As inscrições para o Projeto de Teatro Conexões 2014 – versão nacional do consagrado Connections do National Theatre de Londres (Inglaterra) – já podem ser feitas pelo site www.conexoes.org.br até o dia 17 de março. Todos os anos, o projeto envolve centenas de jovens estudantes, de 12 a 19 anos, de grupos de escolas públicas, particulares e de grupos independentes ligados a ONGs.

A cada edição do Conexões, autores renomados, nacionais e internacionais são convidados a escrever peças inéditas para serem encenadas pelos jovens atores do projeto. Nesta 8ª edição, o dramaturgo Hugo Possolo, um dos fundadores do grupo Parlapatões, colocará em cena a mistura de suspense e comédia Cérebro à Vinagrete. Já o ex-aluno do Colégio São Luís, José Arthur Ridolfo, 20 anos, estreia como dramaturgo com A Voz do Silêncio, que tem como tema central a crescente participação de jovens em manifestações politicas. Ridolfo desenvolveu sua dramaturgia a partir da leitura e estudo das publicações anuais do Conexões, projeto que participou de 2008 a 2011.

O projeto também ultrapassa fronteiras ao promover um intercâmbio com dramaturgos de renome internacional. Neste ano, o escocês Gregory Burke, autor inédito no Brasil, participa da edição brasileira do projeto “Mentiroso” (Liar) (parte do portfólio do Connections de 2006). É uma comédia sobre um menino que adora mentir, inclusive e, principalmente, para conquistar garotas. O Grupo escocês Junction 25 é o outro convidado com a peça “Anoesis” que convida a plateia a realizar uma importante tarefa: discutir sobre a eficácia do sistema educacional.

O Conexões 2014 homenageia o aniversário de 450 anos do nascimento do dramaturgo inglês William Shakespeare. A peça escolhida é Cimbelino, que ainda não teve uma montagem profissional no Brasil. A adaptação é do cearense Marcos Barbosa, único brasileiro a ter peças encenadas no Royal Court de Londres. Barbosa fez residência em teatro como bolsista no British Council de São Paulo e escreveu os textos À Mesa e Quase Nada para a instituição.

 

A preparação

Ao longo do ano, os jovens passam por um intenso processo de aprendizagem, que inclui leitura de textos, ensaios e workshop, e culmina, em novembro, na Mostra de Teatro Conexões, com apresentações no Teatro Cultura Inglesa-Pinheiros, em São Paulo.

O Conexões visa estimular a interação entre teatro e educação e contribuir para o movimento crítico teatral. Em sete anos, já totalizou mais 2 mil participantes (entre jovens e educadores), sete mil espectadores e 30 textos inéditos escritos, que originaram sete livros. O projeto é resultado da parceria entre Cultura Inglesa São Paulo, British Council Brasil, Colégio São Luís, Escola Superior de Artes Célia Helena e o National Theatre de Londres.

“A cada nova edição, procuramos abrir espaço para que esses jovens encontrem no projeto um olhar crítico sobre a vida, formem novos grupos de teatro e, consequentemente, colaborem com a nova dramaturgia brasileira”, diz Tuna Serzedello, um dos organizadores do evento e diretor do grupo de teatro do Colégio São Luís. 

Este ano, mais de 15 grupos de teatro participarão do Conexões. “Os grupos têm acompanhamento de uma equipe de diretores colaboradores da Escola Superior de Artes Célia Helena que acompanham os ensaios e contribuem na formação de alunos e professores de teatro”, explica Léo Pelliciari, coordenadora da Escola Superior de Artes Célia Helena.

O encontro entre autores e alunos é um dos pontos altos do projeto. “Conversar com dramaturgos que vêm de outro país ou alunos que conhecem a mídia é uma motivação incrível para os jovens”, ressalta Laerte Mello, gerente Cultural da Cultura Inglesa que traz os autores ingleses para o Brasil.

“A Escócia tem uma cena incrível de teatro jovem e o projeto, este ano, com dois expoentes deste país, reflete este bom momento e a parceria entre os dois países”, diz Liliane Rebelo gerente de projetos do British Council Brasil. O workshop de imersão ocorrerá, nos dias 31 de maio e 1º de junho, no Colégio São Luís, em São Paulo.

 

Fonte: Colégio São Luís