Noviciado Interprovincial Paulo Apóstolo encerra atividades

Fundado em 1980, a obra trouxe como missão a formação do jovem que desejava se tornar jesuíta

No dia 2 de fevereiro, os noviços Carlos Miguel, Fernando Vieira e João Elton professarão os primeiros votos. Na mesma ocasião, os jesuítas Inácio Rhoden, Jorge Knapp, Paulo Tadeu e Roque Follmann vão celebrar 25 anos de Companhia de Jesus. Celebrações diferentes, mas que vão marcar história, pois serão lembradas como as últimas atividades do Noviciado Interprovincial Paulo Apóstolo, que após 33 anos de existência encerra seus trabalhos.

Fundado em 1980, o Noviciado trouxe como missão a formação do jovem que desejava se tornar um jesuíta. Durante este tempo, o noviço pode aprofundar a espiritualidade inaciana, além de conhecer a história, os documentos e a missão atual da Companhia de Jesus. O Noviciado tem em seus registros o ingresso de 330 noviços, destes, 193 professaram os votos e 75 permaneceram como jesuítas.

O atual superior e mestre de noviços, Pe. Luiz Inácio Rhoden, em artigo produzido para o informativo da paróquia Santo Inácio de Loyola, descreve um pouco da história do Noviciado. “Chegamos no início de 1980 e ficamos até julho de 1998, no endereço da Rua Loyola,139. Depois, durante quase 11 anos, vivemos na Rua Poente do Sol, 550, no Bairro Tocantins. Em 2009, voltamos a morar na Rua Loyola, onde permanecemos até hoje. Em 2010, o Noviciado Paulo Apóstolo passou a ser interprovincial e celebramos a união oficial dos Noviciados da BRM e BRC”, relata.

A partir de fevereiro, o Noviciado Nossa Senhora da Graça, em Feira de Santana (BA), passará a ser o único Noviciado Jesuíta no Brasil. Agora, os noviços do segundo ano fazem votos e vão para a nova missão, já os de primeiro ano despedem-se da comunidade de Cascavel e seguem para Feira de Santana.

A Profissão de votos e o jubileu de prata serão celebrados no dia 2 de fevereiro, às 10 horas, na Igreja Santo Inácio de Loyola, em Cascavel (PR).