Noviços professam os primeiros votos

Cerimônia será realizada em Feira de Santana (BA)

Os noviços Arthur Carvalho Moraes e José Bruno Paula Moreira vão professar os primeiros votos no dia 26 de janeiro, em Feira de Santana (BA). A cerimônia será realizada às 8h na Igreja de Todos os Santos. Em entrevista, os noviços falaram sobre este importante momento.

 

Portal Jesuítas Brasil: Como vocês conheceram a Companhia de Jesus?

Arthur Carvalho Moraes: Eu frequentava as missas dominicais e o grupo jovem da Capela Nossa Senhora de Lourdes, em Belém (PA), mas não sabia que aquela comunidade era da Companhia de Jesus. Até que, finalmente, me convidaram para participar de um retiro, que se tratava dos Exercícios Espirituais em etapas. Foi quando conheci a espiritualidade inaciana e tomei consciência de que os padres daquela igreja eram jesuítas.

José Bruno Paula Moreira: Em 2007, partilhei com uma religiosa que vivia em minha cidade, Massapê (CE), sobre minha inquietação vocacional. Então, eu conheci, por meio dela, o Ir. José Maria, que, por sua vez, apresentou-me ao responsável da Pastoral Vocacional Jesuíta.

 

 

Portal: Como vocês decidiram se tornar um jesuíta?

Arthur: Neste retiro, tive uma forte experiência com Deus, quando ‘descobri’ que possuía o Pai amoroso, misericordioso e bondoso, a cujos planos de felicidade me ‘seduziam’, fazendo-me relativizar meus sonhos e projetos pessoais. Foi uma experiência arrebatadora e inesquecível!

José: Depois de dois anos e meio de acompanhamento, conversas e encontros, decidi começar a experiência de discernimento vocacional, vivendo em Fortaleza. Foi um ano e meio de muitas descobertas, de aprofundamento e de purificação das motivações internas que me faziam optar pela vida religiosa na Companhia. De toda a experiência, fica forte a experiência de que um “namoro” foi começado, um “namoro” com o Reino e seus destinatários.

 

 

Portal: Como é a preparação de um noviço? Quais são as etapas?

Arthur: No noviciado, temos várias experiências humano-cristãs que nos possibilitam um verdadeiro mergulho dentro de nós mesmo e dos planos de Deus. Dessa forma, esclarecemo-nos melhor, na prática e teoria, sobre o que comporta, de fato, a consagração de vida a Deus. Entre as várias etapas pelas quais passamos, estão os experimentos dos exercícios espirituais de 30 dias, hospital, inserção, colégio, peregrinação e serviços humildes.

José: Em 2014, eu comecei meu noviciado, num processo ainda de aprofundamento, de descoberta e purificação. Nos dois anos de noviciado pude saborear o encanto de ser jesuíta, de saber-se pecador e servidor da missão de Cristo. De todas as experiências vividas como noviço, detenho-me naquela dos Exercícios Espirituais, que, para mim, assim como para a maioria dos meus irmãos, foi o marco mais importante de toda a experiência, o que dá a estrutura de todo o vivenciado. Com os Exercícios, encontrei a gênesis, o núcleo de minha vocação: a paixão pelo Senhor e sua proposta.

 

 

Portal: Qual a importância de professar os primeiros votos?

Arthur: Depois de 2 anos de preparação, para mim, é a realização de um sonho poder fazer a promessa a Deus, diante de Seu povo, de entregar minha vida inteiramente a Ele. A importância dos votos é externar, tornar visível um desejo fundante que Deus injetou em meu coração desde os Exercícios Espirituais, em Belém.

José: Agora, num gesto simbólico e ao mesmo tempo concreto, faço minha oblação ao Senhor. Entrego-me a Ele com total disponibilidade, estando em suas mãos e esperando apenas por sua graça e seu amor, afirmando meu desejo público de perpetuamente segui-lo, e a Ele configurar-me na radicalidade.