Professores e terapeutas debatem educação inclusiva

Iniciativa faz parte do Projeto de Formação Continuada do Colégio Diocesano

A Mesa Redonda discutiu a educação inclusiva e a intervenção do professor na sua prática em sala de aula, considerando as diversas deficiências que podem ser apresentadas pelos alunos no processo ensino-aprendizagem. Mais uma das etapas do Projeto de Formação Continuada, o evento tem por objetivo capacitar professores e demais funcionários para atender às necessidades dos públicos do Colégio Diocesano.

O debate abordou os temas: Transtorno de Déficit de Atenção (TDAH), com a psicoterapeuta Umbelina Santos; Transtorno Invasivo do Desenvolvimento (Autismo) e Integração Social, com a terapeuta Samara Barros; e Deficiência Intelectual, com psicoterapeuta Joyce Pádua.

“O papel da educação inclusiva é esse, deixar o ambiente escolar propício para o convívio de alunos sem ou com alguma deficiência, para que todos sejam tratados como iguais”, disse a coordenadora Margareth Santos.

Fonte: Colégio Diocesano (PI)