Ex-aluno da PUC-Rio é finalista do Prêmio Jabuti

Com biografia de Dolores Duran, Rodrigo Faour está entre os dez melhores

foto
 
Rodrigo Faour (foto), graduado em Comunicação Social – Jornalismo, pela PUC-Rio está  entre os dez finalistas do 55º Prêmio Jabuti, na categoria Biografia, com o livro Dolores Duran – A noite e as canções de uma mulher fascinante (Editora Record).
 
“Dolores morreu em 1959, aos 29 anos. Foi uma luta conseguir compor o quebra-cabeças de sua vida, mais de 50 anos depois, mas acho que consegui”, comemora o autor. E complementa: “No livro, também conto a história de suas canções até o dia de hoje, pois a cantora nunca mais foi lembrada, e sim a compositora. Dolores tem uma obra de apenas 35 composições, das quais metade nunca mais parou de ser regravada”.
 
Rodrigo Faour é jornalista formado pela PUC-Rio. Nascido no Rio de Janeiro em 1972, desde a infância cultiva o ofício de pesquisador musical, colecionando discos e publicações com ênfase na MPB. Possui arquivo pessoal com cerca de 80 mil músicas catalogadas e um vasto clipping de matérias de imprensa coletadas desde a adolescência. Além de jornalista, crítico e pesquisador musical, também atua como escritor, radialista, apresentador de TV, diretor de shows e produtor musical, respeitado por artistas, intelectuais e pela imprensa em geral.
 
Atualmente, continua trabalhando escrevendo outros livros, na produção de novos artistas e reedições, em pesquisas de repertório para cantores, além de ter sido convidado para ser um dos consultores masters do Novo Museu da Imagem e do Som (RJ), a ser construído na Praia de Copacabana.
 
foto
 
Fonte: PUC-Rio