Superiores e Diretores de Obra encontram-se no Rio de Janeiro

Bicentenário da Restauração, configuração da nova Província do Brasil e Administração provincial foram alguns dos temas da reunião

foto

Superiores e Diretores de Obra da Província Brasil Centro-Leste (BRC) da Companhia de Jesus reuniram-se no Centro João XXIII (Bambina), no Rio de Janeiro, entre os dias 9 e 10 de outubro. Durante o encontro, que aconteceu em clima descontraído, de amizade e entendimento, questões importantes foram debatidas.

A reunião foi aberta pelo Pe. Francys Sivestrini, Sócio do Provincial BRA, que tratou do tema sobre o Estado da Questão do Processo de Configuração da nova Província do Brasil e os próximos passos num futuro próximo. Durante sua palestra, o Pe. Francys deu ainda o testemunho pessoal como jesuíta destacando a importância da união de corações entre os jesuítas. “A nossa vocação presbiteral, o povo pode legitimar. A nossa vocação profissional pode ser legitimada pelo trabalho que fazemos. Mas a nossa vocação jesuítica só pode ser legitimada pelos jesuítas mais velhos”, afirmou, envolvendo os presentes em relação a essa questão. “Deveria haver um processo de legitimação mais profunda dos jovens jesuítas, para que a chama fosse passada de uma mão para outra”.

Na segunda parte do dia, o tema foi o Bicentenário da Restauração da Companhia, apresentado pelo Pe. Carlos Contieri, Diretor do Pateo do Collegio e responsável por essas comemorações no âmbito nacional. Durante sua palestra, ele fez uma reflexão sobre as questões fundamentais sobre o processo de supressão e restauração da Ordem. Dessa forma, propôs a leitura de três textos relacionados ao assunto: Carta do Irmão José de Anchieta ao Pe. Diogo Laines, trecho do Sermão da Sexagésima de Pe. Antonio Vieira e o testamento do Pe. Lourenço Ricci, Superior Geral da Companhia de Jesus durante a sua supressão.

No último dia do encontro, o Administrador Provincial Pe. Carlos Fritzen abordou os seguintes assuntos: Pontos de reflexão sobre Instrução sobre a Administração de Bens – IAB; Organograma da Administração da BRC, com referência à nova estrutura SJ BRA em definição Orçamento 2014, premissas, processo e procedimentos gerais; e Processo de transferência das Comunidades para a mantenedora Companhia de Jesus.