Jesuíta reclama de corte de orçamento nos EUA

Reserva de nativos não recebe mais a verba prevista

fotoO New York Times informou recentemente que os cortes de verbas do Governo norte-americano estão prejudicando comunidades nativas americanas, incluindo a reserva de Pine Ridge, em Dakota do Sul, onde os jesuítas têm servido desde 1888. O padre jesuíta George Winzenburg (foto), presidente da Red Cloud Indian School de Pine Ridge, falou ao The New York Times sobre o sentimento de resignação na reserva.
 
“É mais um lembrete de que a nossa relação com o governo federal é uma série de promessas não cumpridas. São inúmeros projetos e iniciativas deficitárias que nos foi prometido o financiamento para nos permitir viver com a qualidade de vida de outros americanos”, afirmou Winzenburg.
 
De acordo com funcionários e moradores da reserva, a pobreza que assola a provavelmente vai ser agravada por recentes desenvolvimentos na política federal. Quando os cortes no orçamento entraram em vigor em março deste ano, muitos programas %u200B%u200Bque beneficiam os americanos de baixa renda foram cancelados, e nenhum dos programas de auxílio aos índios americanos foram incluídos na lista, informou o The New York Times.
 
“Imagine como as pessoas sentem que não podem ajudar a si mesmos”, disse Robert Brave Hearth, vice-presidente executivo da Red Cloud Indian School. “É o resultado do governo federal. As pessoas que foram colocadas nessa posição são vítimas do fracasso nas negociações. As pessoas não têm esperança e capacidade alguma para mudar seu destino na vida. Você toma recursos que eles têm que são levados para longe, e só aumenta a miséria”.
 
Fonte: National Jesuit News