JRS amplia educação para refugiados no Chade

Programa atende mais de 200 alunos deslocados

foto
 
Utilizando uma concessão do Bureau do Departamento de Estado dos Estados Unidos de População, Refugiados e Migração, o JRS (Serviço Jesuíta aos Refugiados) está oferecendo o ensino secundário aos refugiados em dois campos no Chade. Os refugiados são da região de Darfur, no Sudão. O programa oferece educação para jovens no acampamento Kounougou. Atualmente, são 250 alunos matriculados no ensino secundário no local. 
 
Como o sistema de ensino para os refugiados sudaneses no Chade tem espelhado o currículo do ensino sudanês, os livros didáticos apropriados foram comprados para todos os alunos matriculados. Cada aluno também recebeu cadernos, canetas e outros materiais necessários, incluindo uniformes. A mudança curricular nas escolas dos acampamentos de refugiados do leste do Chade está em curso e as escolas vão adotar o currículo do Chade. A mudança irá ocorrer durante o ano letivo 2014-2015.
 
“Os estudantes dizem que são muito felizes por ter os próprios uniformes, pois eles podem usá-los para a escola em vez de suas roupas pessoais”, disse Jean Guy Kwuimi, diretor de Programa de JRS Chade. “Os alunos da escola primária usam um uniforme azul. Os alunos do ensino secundário usam uniformes nas cores branco e marrom, diferentes da escola primária”, disse ele.
 
Um novo prédio foi construído a partir no último mês de junho, somando quatro novas salas de aula e uma biblioteca junto da Escola Secundária Mile. As conexões elétricas para as luzes e computadores permitem que a escola mantenha as aulas de informática e aulas à noite. “As escolas secundárias de Kounougou agora estão bem equipadas com computadores, geradores, mesas para os alunos, cadeiras para professores e as novas salas de aula em Mile tem energia solar. Os refugiados muitas vezes vêm nos agradecer por esses materiais. Eles se sentem mais autossuficientes e isso motiva professores e alunos para fazer bem o seu trabalho “, disse Kwuimi.
 
Fonte: JRS