Clínica de Psicologia da Unicap promove debate

Desafio foi criar uma clínica ampliada sem perder os fios do conhecimento científico

foto
 
A Clínica de Psicologia da Unicap (Universidade Católica) promoveu um debate sobre o tema “A Clínica Psicanalítica da Urgência Subjetiva”, ontem (14). O objetivo do encontro foi criar um espaço coletivo onde fosse possível realizar discussões que promovessem uma integração entre professores, supervisores e estagiários. O grande desafio enfrentado pelos presentes foi criar uma clínica ampliada sem perder os fios do conhecimento científico e, ao mesmo tempo, mantendo o lado humano no processo.
 
A palestra foi organizada pela coordenadora da Clínica de Psicologia da Unicap, prof. Irinea Catarino, e pelas supervisoras Iaraci Advíncula e Tereza Batista. De início, foi feita uma apresentação geral sobre o tema que seria abordado e, logo em seguida, os problemas enfrentados e o riquíssimo conhecimento adquirido pelos alunos através da prática. “A clínica escola é um celeiro de aprendizado importante. Nós temos aqui uma diversidade de problemas muito maior do que nos consultórios, pois questões sociais estão envolvidas praticamente em todas as problemáticas”, afirmou Iaraci.
 
Logo depois foi a vez da psicanalista e doutora em Psicologia pela Unicap, Elizabete Siqueira abordar o tema que seria levado à discussão. Elizabete começou falando sobre o sentido e a compreensão de uma urgência no atendimento psicológico e as alternativas de atendimentos diante dos diferentes tipos de desamparo humano. A psicanalista usou um exemplo de caso clínico como suporte para o melhor entendimento do que era dito. “O desafio para a psicanálise no século XXI é justamente acolher todo o tipo de demanda. Saber o que fazer e como fazer diante dos sintomas da contemporaneidade”, concluiu.
 
Fonte: Unicap