Estudantes de jornalismo da Unisinos ministram aulas para adolescentes

Ideia de fazer uma oficina surgiu dos organizadores do Eu-Cidadão e foi abraçada pelos estagiários

foto
 
“O jornalista é um profissional importante que leva informação para toda a população, da mais pobre a mais rica”, define Bruno de Assis, 13 anos. O adolescente, participante do projeto Eu-Cidadão, começa agora a descobrir a profissão. O conhecimento veio da oficina de jornalismo ministrada pelos estagiários da Agência Experimental de Comunicação (Agexcom) da Unisinos.
 
Ao longo dos encontros, os alunos da Unisinos ensinam conceitos e técnicas jornalísticas a 67 crianças e adolescentes do projeto, que, ao final das atividades, produzirão um jornal impresso sobre as iniciativas sociais realizadas no Centro de Cidadania e Ação Social (CCIAS) da Unisinos, em São Leopoldo (RS). “Muita gente nem sabe que a antiga sede da Unisinos ainda é utilizada”, afirma a educadora social da instituição, Tayla Puhl. “Queremos divulgar para a comunidade os projetos que acontecem aqui.” As aulas da primeira semana (6/8 a 8/8) abordaram os conceitos de notícia. Nesta semana, por sua vez, os encontros falarão sobre lead e darão dicas de texto e entrevista.
 
A ideia de fazer uma oficina surgiu dos organizadores do Eu-Cidadão e foi abraçada pelos estagiários. Leonardo Vieceli, primeiro estudante a ministrar uma das aulas, adorou a experiência. “O projeto é bem interessante”, opina. “É uma preparação para eles, que vão fazer o jornal, e para a gente, caso alguém queira dar aula no futuro”. 
 
O Eu-Cidadão busca proporcionar inclusão digital e cidadania, mas não trabalha somente a informática, diz Tayla. Ela destaca que a ação dos estagiários é importante no que diz respeito à questão profissional, pois os jovens do programa, nos próximos anos, decidirão qual caminho vão seguir no mercado de trabalho. “Alguns querem seguir carreira jornalística agora”, fala. 
 
Fonte: Unisinos