Equipe da FEI vence a etapa regional do Baja SAE

Principal conquista nessa competição foi concluir o enduro em 2h58

foto
 
A equipe composta por 24 alunos do Centro Universitário da FEI venceu a etapa regional do Baja SAE, realizada em Sarzedo (MG). Construído pelos alunos da universidade, o protótipo off-road MBF-27, denominado Dina (força, em latim), foi o primeiro colocado no enduro e considerado o carro mais leve da competição. Na prova de arrancada, a FEI obteve o terceiro lugar.
 
Segundo Enzio Simão, integrante da equipe Baja FEI, a principal conquista nessa competição foi concluir o enduro em 2h58, sem parar para abastecer ou fazer ajustes técnicos. “Essa autonomia do carro nos deu mais empolgação para disputar a etapa nacional, que acontecerá em maio de 2014. Agora vamos começar a trabalhar no projeto de um novo carro”, diz. O protótipo foi construído, sob orientação dos professores, por alunos dos cursos de Engenharia Mecânica, Engenharia Elétrica e Engenharia de Automação e Controle.
 
O MBF-27 tem características que fazem a diferença numa competição: farol automático, que acende conforme escurece; sistema exclusivo chamado Diferencial, que permite melhor desempenho nas curvas; sensor de temperatura do CVT, motor e do painel; e suspensão traseira do tipo multi-link (tri-link). Além disso, o carro tem GPS e recurso de telemetria, que envia para os boxes, em tempo real, informações de velocidade, rotação do motor, níveis da bateria e do tanque de combustível. O Dina também tem placas de aproveitamento da energia solar para carregar as baterias e os faróis de lâmpadas LED.
 
Além do enduro, estão entre os critérios de avaliação do Baja SAE: segurança, projeto, custos de fabricação, aceleração e velocidade, subida de rampa, suspensão e tração.        
 
A FEI foi uma das primeiras faculdades do Brasil a ter uma equipe de mini-baja para as competições realizadas pela Society of Automotive Engineers – SAE. Criadas em 1976, as disputas chegaram ao país em 1995, pela SAE Brasil, filiada à SAE International. O Baja da FEI é tricampeão mundial (2004, 2007 e 2008) e heptacampeão nacional (2001, 2002, 2005, 2007, 2009 e 2011).
 
foto
 
Fonte: FEI