Alunos participam de vivências solidárias

Atividades despertam proatividade

O Serviço de Orientação Religiosa e Espiritual do Colégio Catarinense (SOREP), em parceria com a disciplina de Formação Humana e Cristã, busca educar os alunos para um pensar crítico e reflexivo sobre a realidade local e global, desafiando-os a tomarem atitudes proativas e transformadoras na construção de um mundo novo. Tendo como referencial a vida e a prática de Jesus, “mestre do amor e da caridade”, os Encontros de Formação procuram sensibilizar os alunos para uma fé que se realiza em obras, aproximando-os da realidade concreta dos mais necessitados.

1ª série do Ensino Médio

As 1as séries do Ensino Médio levam, como lema para os Encontros de Formação, o seguinte slogan: “Líderes para um Mundo Novo!”. O intuito é estimular os alunos a perceberem que os talentos são dons a serem desenvolvidos não só para satisfação ou proveito próprio, mas em benefício dos demais. Além disso, os Encontros visam a despertar a formação de homens e mulheres que assumam a sua liderança de maneira consciente e construtiva na sociedade, tendo por base e inspiração os valores e as virtudes cristãs.

Desde o ano de 1998, as 1as séries do Ensino Médio organizam um projeto de solidariedade, cujo foco é visitar a entidade LAR RECANTO DA ESPERANÇA, localizada em Florianópolis, que acolhe homens para o tratamento da dependência química e do álcool.

O projeto visa a trabalhar a prevenção ao uso de drogas, assim como ajudar na manutenção da entidade, com a doação de alimentos e de agasalhos. A partir de 2010, os professores das 1as séries passaram a se organizar de forma interdisciplinar em torno do projeto de “VALORIZAÇÃO DA VIDA”, que envolve a participação dos alunos tanto antes como depois da visita ao Lar Recanto da Esperança.

Assim, todas as disciplinas cooperam para reflexão, pesquisa e debate a partir da problemática das drogas e da necessária prevenção/conscientização.

Os encontros, no Lar Recanto da Esperança, são momentos fortes de oração, partilha, convivência e aprendizado. Os jovens interagem com os moradores fazendo a entrevista para o trabalho e o clipe, os quais serão apresentados posteriormente; também conhecem o dia a dia da vida de um dependente químico em recuperação, a filosofia do tratamento e tudo o que precisam saber para não incorrer no mundo das drogas e do álcool.

2ª série do Ensino Médio

Para os Encontros de formação das 2as séries do Ensino Médio, o lema escolhido foi “Construindo o mundo e fazendo a diferença!”. O objetivo dessa série é destacar o papel do estudante na construção de um mundo novo, resgatando a capacidade de pensar globalmente e agir localmente, de modo a interferir de forma positiva na realidade. Busca-se, também, proporcionar aos alunos, o contato com projetos sociais que já acontecem em nossa sociedade e que fazem a diferença na vida das pessoas, promovendo a inclusão social e a cidadania.

A instituição escolhida pelas 2as séries do turno matutino foi o Educandário Santa Catarina, uma ONG que acolhe, diariamente, 520 crianças em tempo integral, oferecendo-lhes quatro refeições e todo o acompanhamento educativo, psicológico e pedagógico. Os alunos ajudam a instituição com a doação de leite e outros gêneros alimentícios.

No Educandário, cada aluno pode passar a manhã com uma criança, dando e recebendo carinho, alegria e muito amor. Lá, é possível viver ricos momentos de troca e partilha no cuidado dos pequeninos. Cada aluno, também, compartilhou o lanche com o grupo e ofereceu um brinquedo às crianças da instituição.

As 2as séries do período vespertino também realizaram sua vivência solidária, desta vez na Orionópolis Catarinense, uma instituição filantrópica que acolhe pessoas deficientes excluídas da sociedade, que viviam em situação de abandono. Essa instituição se situa no município de São José.

Na Orionópolis, os alunos puderam interagir com as pessoas de forma espontânea, transmitindo alegria, afeto e carinho. Em troca, eles receberam o amor e a gratidão dos moradores da instituição.

Finalmente, assim como Santo Inácio de Loyola, que entendia “que o amor se traduz mais em gestos do que em palavras”, entende-se que as vivências solidárias realizadas com os alunos devem despertar o despojamento e a doação em prol da promoção da vida e da solidariedade, vencendo a cultura da indiferença reinante em nossa sociedade. Dessa maneira, estaremos contribuindo no processo de formação do perfil inaciano do ser estudante, concretizando, de forma mais visível, as Características da Educação da Companhia de Jesus e os princípios da Pedagogia Inaciana.