CNBB cria ação de boas vindas ao Papa

Pontífice receberá obra com mensagens dos fiéis

A CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) lançará, em julho, um livro com fotos, mensagens e assinaturas dos fiéis, que participaram da peregrinação dos Símbolos da JMJ no Brasil. A obra “Bota Fé” será dividida em dois volumes: O primeiro contará, de forma temática e com testemunhos, como foi a passagem da Peregrinação da Cruz e do Ícone de Nossa Senhora pelo Brasil. No segundo, constarão nome, paróquia, cidade e algumas mensagens de participantes dessa ação por meio da Rede Social eCatholicus.

A eCatholicus.com é uma rede social da Igreja Católica lançada recentemente pela CNBB em parceria com o Ceris (Centro de Estatísticas Religiosas e Investigações Sociais) e a Associação Petras de Promoção da Igreja. Para ter o nome impresso no livro, o fiel deve acessar a rede e, após se cadastrar, deverá buscar pelo perfil do Papa Francisco, localizar o campo para a assinatura e deixar uma mensagem, que será encaminhada ao Santo Padre pela CNBB.

O Pe. Valdeir Goulart, coordenador da ação, explica que as mensagens publicadas no livro serão selecionadas. “Naturalmente nem todas as mensagens poderão ser impressas no livro, apenas algumas que serão selecionadas por uma equipe da CNBB. Mas todos os nomes das pessoas que participarem dessa ação constarão no livro, que também indicará a paróquias e a cidade desse fiel. As mensagens não selecionadas serão disponibilizadas ao Papa por meio eletrônico”, afirmou.

Segundo Fábio Castro, administrador da rede eCatholicus, as mensagens devem ser curtas para facilitar na hora da escolha. “As mensagens poderão ser redigidas utilizando apenas 150 caracteres. Foi uma maneira que encontramos de otimizar a ação e evitarmos textos longos “, disse.

A ação já começou e termina no dia 20 de julho. Os livros serão entregues ao Papa Francisco no final da JMJ Rio2013, pelo presidente da CNBB e arcebispo de Aparecida, cardeal Raymundo Damasceno de Assis.  Para saber mais acesse o site: www.ecatholicus.com.

Fonte: CNBB