Padre Furusawa completa 50 anos de ETE

Aos 93 anos, o jesuíta completa bodas de ouro na instituição de Santa Rita do Sapucaí

Motoyasu Furusawa nasceu no dia 21 de setembro de 1920, no sul do Japão, em uma península chamada Kuiamoto. Chegou ao Brasil aos 9 anos, depois de uma viagem de navio que durou 40 dias, e, juntamente com sua família, foi morar no interior de São Paulo, em Segunda Aliança, cidade que faz divisa com o Mato Grosso. Lá, a família trabalhou com agricultura por seis anos até se mudarem para a capital paulista.

Furusawa ingressou na Companhia de Jesus em 1940 e foi ordenado dez anos depois, na Espanha. Aos 93 anos, ele completa 50 anos de dedicação a ETE. O jesuíta chegou a Santa Rita do Sapucaí (MG) em maio de 1963, um ano depois de formada a primeira turma da Escola. Atuou como professor de Eletricidade e Eletrônica até 1991, quando sofreu um acidente e parou de lecionar, mas continuou suas atividades como monitor do Laboratório de Eletricidade.

Padre Furu, como é conhecido, trouxe muitas benfeitorias ao longo destes 50 anos de instituição, entre elas a instalação elétrica dos prédios da ETE. Ele também foi o criador do sistema de aquecimento solar dos antigos alojamentos que, na época, era mais eficiente do que os disponíveis no mercado.

No início da construção da escola, os laboratórios foram equipados com aparelhos usados, doados pela Marinha de Guerra do Brasil, pela Alemanha e países do leste Europeu. Frequentemente chegavam caminhões cheios de sucata e os alunos, orientados pelo Pe. Furusawa, reformavam os materiais e os transformavam nos equipamentos para serem usados em salas de aula.

O jesuíta é querido por muitas gerações de alunos e por toda comunidade local.  Em seu laboratório, ainda restam provas de suas ações como as plantas elétricas da ETE com sua letra e cálculos, agenda com anotações, o trem eletromagnético e diversos outros projetos desenvolvidos por ele.

Fonte: ETE