Silvério Pessoa faz palestra no Fórum Inter-religioso da Unicap

Devoções populares na França e em Pernambuco foram comparadas em evento

foto
 
Como certas devoções populares verificadas ao Sul da França, de repente também são encontradas no Sertão pernambucano? Essa foi uma das questões levantadas na última reunião deste semestre do Fórum Inter-religioso da Unicap (Universidade Católica de Pernambuco). O encontro teve como palestrante o músico e aluno do mestrado em Ciências da Religião, Silvério Pessoa (foto), que apresentou a pesquisa desenvolvida por ele, intitulada “Expressões da Religiosidade Popular: Sul da França”.
 
O trabalho pesquisado por Silvério Pessoa é uma mescla de elementos diversos, reunindo folclore, religião, cultura e muita história. Ele contou que começou a pensar em fazer mestrado após um encontro com o reitor da Católica, Pe. Pedro Rubens. “A ideia (da pesquisa) surgiu após um dos meus shows. Ao fim da apresentação, o reitor veio conversar comigo sobre as minhas músicas e acabamos entrando em questões religiosas. Ele acabou me chamando para fazer o mestrado em Ciências da Religião”, contou Silvério.
 
A pesquisa estabelece comparações entre a cultura e expressões religiosas da Occitania, região localizada ao Sul da França, e as manifestações da religiosidade popular pernambucana. Para desenvolver o trabalho, o pesquisador vivenciou pessoalmente as duas culturas. Observando procissões, peregrinações, locais sagrados e celebrações, foi possível fazer uma análise comparativa.
 
O coordenador do curso de mestrado em Ciências da Religião, o professor Gilbraz de Souza Aragão, ressaltou a importância de estudos como esse. “Como que as devoções populares viajaram com o catolicismo da Europa para cá, se manifestando hoje de maneira muito parecida no nordeste brasileiro e no sul da França? Essas questões foram levantadas nessa pesquisa e nos ajudam a ampliar nosso horizonte, tornando perceptível a força, a similaridade e, ao mesmo tempo, a originalidade das manifestações religiosas”, frisou Gilbraz.
 
Fonte: Unicap