Historiador lança livro sobre Maracatu na Unicap

O traz olhares de diferentes áreas do conhecimento sobre o movimento

 

fotoO livro “Maracatus do Recife: novas considerações sob o olhar do tempo”, do historiador Ivaldo Marciano de França Lima, foi lançado nesta semana na Unicap (Universidade Católica de Pernambuco). A obra traz olhares de diferentes áreas do conhecimento sobre a trajetória de um dos movimentos culturais mais característicos do Recife (PE), o Maracatu.
 
O estudo publicado por Ivaldo aborda a história recente dos maracatus da capital pernambucana, movimentos que romperam com as dificuldades do tempo e se firmaram na cultura nordestina, como uma das instituições mais antigas da região. Ivaldo discorre sobre os processos de mudanças verificados desde o século XX e a ação atuante no âmbito político dos integrantes do movimento.
 
Por muito tempo o maracatu era estudado apenas pelos folcloristas, que buscavam analisar as primícias do costume em suas práticas africanas. Olhando, portanto, como sobrevivência folclórica, os “maracatuzeiros” eram apenas os mantenedores de tradições cujas características se perdiam com o caminhar do tempo. Diversas visões estão prestigiadas no livro do historiador, como a de antropólogos, folcloristas, militantes e dos movimentos negros, tornando um documento importante para a compreensão do maracatu.
 
Fonte: Unicap