Especialização em Design de Moda realiza Workshop na Unisinos

Estudantes tiveram oportunidade de vivenciar uma experiência profissional

foto

O workshop realizado nesta semana na Unisinos aliou realidade de mercado com processo criativo. A partir de uma parceria criada com a Grendene, os estudantes do curso de Especialização em Design de Moda tiveram a oportunidade de vivenciar uma experiência profissional, apresentando o processo de pensamento que levou a criação do produto.  “Colocar em prática o conhecimento adquirido e ao mesmo tempo ter um feedback de alguém do mercado, para saber se o que eles estão criando é possível de fazer ou não, esse é o maior ganho dos alunos”, declarou Paula Visoná, coordenadora do curso. 
 
Esse é o terceiro encontro, neste formato, reunindo estudantes e profissionais. A aluna graduada em Administração, Elisa Bergamaschi, destacou que o workshop trouxe a possibilidade de um trabalho prático e do contato com profissionais do mercado. “Assim como eu, muitos estudantes são de outra área, que não a moda. No nosso grupo temos gente que vem do Jornalismo, Comércio Exterior e Relações Públicas, por isso esse contato promovido pelo workshop é tão importante” relatou.
 
Os alunos trouxeram propostas diferentes para pensar uma coleção de sandálias e chinelos. O primeiro grupo, com a coleção Atos, trouxe o conceito arquitetônico e usou Lygia Clark como referência. O público-alvo da coleção foi a mulher clássica, sutil e que gosta de entender a história do produto que usa, por isso o lançamento da coleção aconteceria em museus e ambientes relacionado à arte.
 
A segunda proposta teve como tema da coleção a essência popular e extravagante, usando como referência Carmen Miranda. Com o conceito de entender a cliente como rainha, a proposta da marca foi lançar o slogan o reinado é seu. A coleção buscou vender mais que uma sandália, um produto de beleza.
 
A terceira coleção, com o título de Barroquinas, trouxe um conceito que mesclou o extravagante e o erudito. A proposta do grupo foi misturar o barroco com as cores das etnias do Brasil. Matsuo elogiou os movimentos captados pelos grupos para a criação das coleções e destacou o ponto alto de cada produto, indicando possíveis mudanças para uma melhor adequação ao mercado.
 
Fonte: Unisinos