Alunos do São Luís realizam trabalho voluntário em SP

Todas as sextas-feiras os estudantes visitam o projeto Casa de Maria que atende 250 crianças e adolescentes

Enfim, chegou sexta-feira, o dia mais esperado da semana para muitas pessoas, inclusive para um grupo de alunos do Colégio São Luís. Mas esse dia não é só esperado por conta do final de semana, mas sim porque é um dia reservado para um importante compromisso: o voluntariado. O destino é o projeto Casa de Maria, localizado na Zona Norte de São Paulo.

 A Casa de Maria é uma instituição da Congregação dos Humildes Servos da Rainha do Amor e atende, diariamente e em período integral, 250 alunos da Pré-escola até o 7º ano do Ensino Fundamental. O projeto, que está localizado numa região carente da capital, oferece café, almoço e lanche da tarde a todos os atendidos. No período noturno funciona o EJA (Educação de Jovens e Adultos) que atende um grupo de cem alunos. No espaço, acontecem também missas dominicais, catequese, celebrações, visitas às famílias, acompanhamento espiritual e momentos de oração.

Desde 2012, os alunos do Ensino Médio do São Luís participam como voluntários de atividades como alfabetização, reforço escolar nas matérias de Matemática, Português e Inglês e do grupo de teatro e atividades lúdicas. O grupo permanece na casa por cerca de duas horas. Tempo relativamente curto, mas muito bem aproveitado.

“A presença dos alunos do Colégio São Luís nas atividades desenvolvidas com o trabalho voluntário refletem o despertar do verdadeiro sentido do amor fraterno, em que na gratuidade há uma troca de amor. Eles doam às crianças um pouco de sua disponibilidade, do seu tempo, além de transmitirem carinho, em troca recebem a alegria do servir”, afirmou Ir. Esperança, professora da Escola Maria Rainha do Amor.

O voluntariado faz parte do projeto da Formação Cristã do São Luís, que acredita que o jovem pode se tornar um líder atuante e solidário diante da realidade. Cada aluno voluntário faz parte de um dos grupos de trabalho e durante a semana, eles preparam atividades para serem desenvolvidas com as crianças. O resultado é uma participação cada vez maior, atualmente 30 alunos participam do projeto.

“Muitas pessoas são carentes e precisam da companhia de um voluntário. No caso das crianças da Casa de Maria, há ainda a opção de auxiliar na vida educacional delas. É muito gratificante saber que qualquer ação, mesmo que mínima, beneficie o estado psicológico das crianças”, afirmou Danilo Polly, aluno da 3ª série do Ensino Médio.

Segundo Clara Duarte de Oliveira Brasil Cruz, aluna da 1ª série do Ensino Médio, a emoção de participar do projeto é gratificante. “Me senti amada e importante para aquelas pessoas. E ao mesmo tempo que me senti amada, retribuí o amor. Sinto que faço a diferença na vida delas, o que é gratificante. Definitivamente vale a minha tarde de sexta”, concluiu a estudante.

Fonte: Revista Pilotis — Nº 23/de Abril a Maio de 2013