Semana de Jornalismo da Unicap tem palestra de narrador da TV Globo

Rembrant Júnior falou sobre a responsabilidade da profissão

 

fto
 
O segundo dia da Semana do Jornalismo, realizado na Unicap (Universidade Católica de Pernambuco), foi como o primeiro dia: sala cheia e uma conversa que agradou bastante o público. Dessa vez, o professor Álvaro Filho mediou a mesa composta por nomes conhecidos do jornalismo pernambucano como Cabral Neto (comentarista da Transamérica), Maciel Júnior (comentarista da Rádio Jornal) e Rembrant Júnior (narrador da Rede Globo).
 
Com humor, os cronistas debateram o tema “Que resenha é essa? – A crônica esportiva na Copa das Confederações e na Copa do Mundo”. O radialista Maciel Júnior revelou que, quando se tornou cronista esportivo, sua vida social praticamente acabou. “Para ser cronista, vocês terão que abrir mão do fim de semana, porque os eventos esportivos acontecem justamente nos dias em que o povo não trabalha. Como trabalho em rádio, não posso sequer beber uma cerveja na sexta ou sábado porque tenho que preservar a garganta para o domingo, quando tem jogo”, disse.
 
Rembrandt Júnior foi para o lado emocional dos torcedores. Segundo o narrador da Globo, cada palavra dita durante a transmissão deve ser cuidadosamente pensada. “Já aconteceu de eu chegar no estádio e ver um torcedor me xingar. Fiquei sem entender o motivo”, revelou.
 
Cabral Neto, comentarista da Transamérica, citou as arenas em estados que não têm tradição no futebol, como a Arena Nacional em Brasília e a Arena Amazônica, em Manaus. O cronista despertou certa preocupação sobre esses dois estádios se tornarem elefantes brancos e serem demolidos. “A preocupação é com os estádios em estados que não têm torcida de expressão. O que fazer com a Arena Amazônica? Mesmo tendo planos com shows internacionais, acredito que não será suficiente para manter a arena. E o meu maior temor é que a única solução seja  a demolição. Já o de Brasília está em situação menos preocupante, porque os administradores do  estádio querem levar os jogos do Flamengo e Corinthians para lá”, finalizou Cabral.
 
Fonte: Unicap