JRS ajuda refugiados no campo na Etiópia

Vídeos mostram atividades para os moradores de Mai Aini

foto

Mai Aini é o campo de refugiados no norte da Etiópia e também o lar de mais de 13.500 pessoas da vizinha Eritreia. O JRS (Serviço Jesuíta aos Refugiados) fornece serviços de aconselhamento e de lazer para os moradores do campo e proporciona um espaço de biblioteca e de estudo para ajudar os refugiados a lidar com as dificuldades do dia-a-dia.

A concessão do Escritório de População, Refugiados e Migração do Departamento de Estado dos EUA permitiu ao JRS a construção de uma instalação multiuso no campo de refugiados de Mai Aini. O prédio, que foi inaugurado no ano passado, permite que os jogos e oficinas sejam realizados em um amplo espaço com estrutura.
 
A ociosidade forçada dos refugiados muitas vezes contribui para o agravamento da situação. O JRS visa combater esse estresse por meio de atividades recreativas e fornecendo um espaço de estudo e biblioteca. Mais de 4.000 pessoas já usaram a biblioteca do JRS no último trimestre de 2012.
 
Além disso, atividades esportivas são organizadas, como futebol, basquete e voleibol, além de oficinas de música e teatro para os refugiados no acampamento.
 
Assista abaixo dois vídeos que mostra as atividades dos refugiados no campo Mai Aini. 
 
 

Fonte: JRS