Aluno do Catarinense ganha bolsa de intercâmbio na Alemanha

Goethe-Institut e YFU premiaram Matheus Martins, que vai passar um ano estudando no país

O aluno Matheus Martins da Silva, da 3ª série do Ensino Médio do Colégio Catarinense, foi selecionado pelo concurso Blickwechsel e ganhou uma bolsa de intercâmbio estudantil na Alemanha. O concurso, desenvolvido pelo programa Pasch (Programa Escolas: uma parceria para o futuro), é fruto de uma parceira do instituto com colégios brasileiros e visa incentivar o intercâmbio entre diferentes culturas.

Neste ano, o tema do concurso foi hábitos de estudo e Matheus apresentou um trabalho com fotografias e depoimentos sobre momentos marcantes de sua vida estudantil no Catarinense. O estudante que já participou de diversos projetos no colégio, tem uma sintonia forte com a instituição, pois seus familiares também que já estudaram no Catarinense.

É a segunda vez que um aluno do Colégio Catarinense ganha a bolsa.  Em 2012, o aluno Arthur Thives Mello também foi contemplado. Arthur gravou uma mensagem parabenizando Matheus, que foi exibida durante a cerimônia de homenagem ao estudante.

A professora de alemão, Lourdes Claudete Schwade Sufredini, está muito feliz com a escolha do estudante e afirma que o intercâmbio de culturas e a capacidade de diálogo são essenciais para o desenvolvimento dos alunos.

 “Um ano na Alemanha vai fazer diferença na formação do Matheus. Ele é um jovem diferenciado pela postura, conduta, dedicação, caráter, respeito e preocupação com o próximo. Desejo muito sucesso a ele, principalmente quando colocar a relação entre a Alemanha e o Brasil em prática”, declarou a professora.

Na cerimônia de homenagem a Matheus, estiveram presentes a direção do Catarinense, intercambistas, familiares e amigos. O aluno recebeu ainda um prêmio do Youth for Understandige e do instituto Goethe.

O diretor-geral do Catarinense, Pe. Mário Sündermann, aproveitou a oportunidade para destacar o trabalho da professora Lourdes na condução da disciplina de Alemão, motivando os alunos no estudo do idioma e na participação em projetos e concursos oferecidos pelo Goethe e pelo Pasch.

 “As escolas do Pasch, parceiras do instituto Goethe, têm beneficiado, qualificado e potencializado o aprendizado e a formação dos alunos que estudam o idioma, a cultura e os costumes da Alemanha, bem como oferecido aprimoramento constante através de seminários, cursos, viagens de imersão, estudos, aprofundamento e atividades naquele país”, disse o diretor.

Fonte: Colégio Catarinense