Unisinos lança game interativo através de cartão do estudante

A invenção simula uma versão moderna de caça ao tesouro

 

foto
 
Numa iniciativa que mescla realidade ao mundo virtual, o Laboratório de Mobilidade do Programa de Pós-Graduação em Computação Aplicada da Unisinos desenvolveu um game chamado Ignis Anima.  O jogo acaba com a polêmica de que games de dispositivos móveis estimulam o sedentarismo.  
 
A invenção simula uma versão moderna de caça ao tesouro e promete movimentar a vida dos jogadores. Por meio do cartão da Unisinos, alunos, professores e funcionários podem participar do game. A Targeta Universitária Inteligente (TUI), como o cartão é chamado, possui um chip que possibilita agregar diversos serviços e dispositivos de memória.
 
Existem cinco observatórios no mundo que desenvolvem pesquisas referentes ao TUI, todos em parceria com o Banco Santander. Os observatórios de pesquisa aplicada estão localizados em universidades, e um deles fica na Unisinos.  
 
Para jogar o Ignis Anima é necessário ter o cartão e baixar o game para um dispositivo móvel, como o iPhone ou o iPad. Segundo Cristiano Costa, coordenador do Laboratório, para ter acesso à sala virtual o jogador precisa realizar uma prova e ir até um local específico do campus. “O jogo integra o mundo virtual e o mundo real,” destaca Cristiano. 
 
Ao longo das fases do game, há sempre ligação entre a sala virtual e o espaço físico do campus. A intenção do jogo é integrar os alunos e informar das funcionalidades do cartão, já que em alguns momentos, mensagens sobre os possíveis usos da TUI são disparadas. 
 
Os criadores do game pretendem, futuramente, desenvolver uma versão que possa circular por todos os campi das diversas universidades no mundo que usam a TUI.
 
Fonte: Unisinos