Superior Geral da Companhia de Jesus relata encontro com Papa Francisco

Conversa aconteceu na Casa Santa Marta, no último dia 17 de março

 

foto
 
O Papa Francisco recebeu na tarde do último domingo, dia 17 de março, o Superior Geral da Companhia de Jesus, Pe. Adolfo Nicolás. Segundo uma nota da Sala de Imprensa, a audiência entre os dois jesuítas se realizou na Casa Santa Marta. Logo após a eleição do novo pontífice, o Pe. Nicolás divulgou uma declaração, em que escreve que a escolha de Francisco “abre para a Igreja uma etapa repleta de esperança”. 
 
E nesta semana o Superior Geral divulgou nota oficial sobre o encontro com o Papa Francisco, que segue na íntegra abaixo.
 
“Estive na Casa de Santa Marta, onde viveram os cardeais presentes no conclave. O próprio Papa estava na porta e me cumprimentou com um abraço, como que costumamos cumprimentar os jesuítas. Mediante pedido, tirei algumas fotos, e antes das minhas desculpas por não me encaixar no protocolo, insistiu que eu o tratasse como qualquer outro jesuíta, chamando-o por você. Eu ofereci todos os recursos disponíveis da Companhia, e disse que em sua nova posição vai estar na necessidade de indivíduos, grupos e reflexões, etc.
 
Ele ficou grato por minha oferta e quando eu o convidei para vir e comer com a gente na Cúria disse que iria, definitivamente. Houve harmonia completa no modo como nos sentimos sobre uma variedade de tópicos que abordam a conversa e eu estava convencido de que vamos trabalhar bem juntos no serviço da Igreja e em nome do Evangelho.
 
Houve um entendimento mútuo com a paz e humor falando sobre o passado, presente e futuro. Saí da Casa de Santa Marta convencido de que o Papa vai ser feliz com a nossa colaboração no serviço da vinha do Senhor. No final, me ajudou a colocar o casaco e me acompanhou até a porta. Um abraço jesuíta, de novo, como uma forma natural de receber e despedir de uma figura tão importante, mas um amigo.”