Papa Fracisco escolhe símbolo da Companhia de Jesus para o brasão papal

Anúncio oficial foi feito nesta segunda-feira, dia 18

 

O Vaticano divulgou nesta segunda-feira, dia 18 de março, o brasão do novo Papa e pela primeira fez na história o símbolo da Companhia de Jesus figura no símbolo papal. Além disso, o novo pontífice Francisco escolheu uma imagem que inclui a mensagem “Miserando atque eligendo” que, em latim, quer dizer “Com misericórdia o chamou”.
 
A palavra misericórdia foi mencionada diversas vezes pelo Papa, em especial em seu primeiro discurso, após a revelação do resultado, e durante visita a uma igreja em Roma, onde fez uma oração agradecendo a Deus pela vitória no conclave.
 
O Papa Francisco conservou seu escudo de bispo, mas acrescentou os símbolos da dignidade pontifícia e a mitra (chapéu) colocada entre as chaves de prata e ouro e entrelaçadas por um cordão vermelho. Na parte alta do escudo, se encontra o emblema da Companhia de Jesus: um sol radiante e amarelo com as letras em vermelho “IHS”: “Jesus, Homem e Salvador”. Sobre a letra H há a tradicional cruz e abaixo das letras IHS, sempre dentro do sol, os três cravos.
 
Na parte inferior do escudo, à direita, encontra-se uma estrela e a flor de nardo. A estrela simboliza Virgem Maria, mãe de Cristo e da Igreja, e a flor de nardo São José, padroeiro da Igreja Universal. Segundo o Vaticano, com o escudo o Papa quis ressaltar sua devoção à Virgem e a São José.
 
O lema “Miserando atque eligendo” foi retirado das homilias de São Beda, o Venerável, que, comentando o evangelho de São Mateus, escreveu “Vidit ergo lesus publicanum et quia miserando atque eligendo vidit, ait illi Sequere me” (Viu Jesus a um publicano e como o olhou com sentimentos de amor o elegeu e lhe disse: siga-me).
 
foto