Unicap comemora escolha do primeiro Papa jesuíta da História

Professores e alunos dos cursos de Teologia e Filosofia lotaram o auditório da universidade

 

foto
 
O resultado do Conclave movimentou a Unicap (Universidade Católica de Pernambuco). Professores e alunos dos cursos de Teologia e Filosofia lotaram o auditório do Centro de Teologia e Ciências Humanas, onde acompanharam pela TV o anúncio do então arcebispo de Buenos Aires, Jorge Mario Bergoglio, como o novo Papa. 
 
“Ele quis dar com este nome uma sinalização do que será o seu pontificado. Há três grandes Franciscos na hitória da Igreja. O de Assis representa a pobreza, fraternidade e a vivência do evangelho. Xavier, co-fundador da Companhia de Jesus junto com Santo Inácio de Loyola, significa o Santo das Missões; e Sales, a espiritualidade”, explica o Reitor do Santuário de Nossa Senhora de Fátima e professor do curso de Teologia da Unicap, Padre Antonio Mota (foto).
 
Para ele, a escolha de um jesuíta latino para Papa foi uma grande surpresa. “A maioria dos católicos está na América e isso foi reconhecido pela Igreja ao elegê-lo. Trata-se de um homem muito simples”.
 
A simplicidade do novo Papa também foi destacada pelo coordeandor do curso de História da Unicap, professor Luiz Carlos Luz Marques. “As suas primeiras palavras foram de mansidão e de simplicidade. Ele se inclinou e pediu a bênção ao povo, o que demonstra bastante humildade. Temos um Papa que pode indicar valores encontrados em Dom Helder e em Dom Luciano Mendes, por exemplo”.
 
Fonte: Assessoria Unicap