Escola para nativos na Austrália é inaugurada

Instituição fica na cidade de Redfern e atende aborígenes

 

foto
 
No final de janeiro deste ano, uma escola primária, exclusivamente para aborígenes e nativos, foi inaugurada na cidade de Redfern, na Austrália. O Redfern Colégio Jarjun há 25 anos tem sido o sonho de Ailsa Gillett, advogado voluntário das comunidade dos jesuítas, que opera um serviço de auxílio à alimentação e outras iniciativas para diversas crianças aborígines que vivem na periferia da cidade. 
 
“Eu vi em todos os lugares”, diz ele, “esses meninos lindos, cheios de vida e talento, que foram privados de educação”. Com a ajuda inicial de St. Aloysius College (escola dirigida por jesuítas de Sydney, onde a Sra. Gillett trabalhou como assistente executivo), a nova escola é o resultado da ajuda do Bloco Católico Grant Authority (Arquidiocese de Sydney) e a contribuição dos jesuítas.
 
São exigidos 2,8 milhões de dólares australianos para a reestruturação do edifício, localizado na proximidade da Igreja Católica de São Vicente de Paulo, em Redfern Street. Outras vezes era um lugar de refúgio para aqueles que não tinham casa. O Presidente aborígene Beatrice Sheen disse que acredita que “um privilégio e uma honra” ter ajudado a construir esta escola e seu programa nos últimos dois anos.
 
foto
 
Fonte: Cúria Roma