Professores da Dom Helder Câmara discutem diretrizes para o semestre

Encontro também teve participação do reitor Paulo Stumpf

foto

O corpo docente da graduação da Escola Superior Dom Helder Câmara participou, no último sábado, dia 16 de fevereiro, de reunião com o reitor, professor Paulo Stumpf, e os pró-reitores Anacélia Santos (Ensino), Newton Teixeira (Pesquisa), Francisco Haas (Extensão), Cácia Stumpf (Administração) e Sebastien Kiwonghi (Pós-graduação).
 
Também acompanharam o encontro, que teve como objetivo discutir as diretrizes de trabalho para o semestre, os professores Élcio Nacur Rezende, coordenador dos cursos de mestrado e doutorado; Estevão Freitas, vice-reitor; Gésun Fernando Prestes, coordenador do EAD; Luiz Chaves, coordenador do NPJ; Rogério Vieira e Cláudia Madrona, do Apoio Psicopedagógico; e Luís Cláudio Chaves, presidente da OAB-MG.
 
Coube ao reitor, professor Paulo Stumpf, fazer a abertura da reunião. Em sua fala, ele citou algumas das conquistas obtidas pela Escola nos últimos meses, como a finalização das reformas físicas e estruturais, a ampliação da biblioteca, o curso em tempo integral, os dois anos de existência do mestrado e o início do doutorado interinstitucional. “Tenho grande satisfação em saudar todos os presentes. Neste ano, nossa instituição entra efetivamente em fase de consolidação das atividades”, anunciou o reitor. Em seguida, lembrou as diversas fases já percorridas pela Escola, como o início do planejamento, formulação do projeto pedagógico, a constituição do corpo docente, ajustes no plano de ensino e ampliação das atividades de extensão, com prestação de serviços à sociedade.
 
“A partir de agora, daremos destaque especial à pesquisa. Desde o início, sempre investimos na área, com a formação de grupos, publicação de livros. Neste momento de consolidação do mestrado e doutorado, esperamos que a pesquisa cresça cada vez mais. É um sinal que a instituição chega à fase de maturidade”, completou Paulo Stumpf.
 
Motivação
Após a fala do reitor, os docentes participaram de palestra sobre motivação ministrada pelo professor Elton Vitoriano, da Faje (Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia). Segundo ele, é importante motivar os alunos em busca da autonomia e incentivá-los a darem sempre o melhor de si. “Como motivar os discentes durante os cinco anos de curso? Com certeza é um grande desafio, e não tenho todas as respostas. Mas deixo algumas dicas: partam da experiência, introduzam desafios e ensinem os alunos a sonhar”, afirmou.
 
Para finalizar a manhã, os professores discutiram aspectos metodológicos (aula e avaliação) e questões específicas levantadas pelas pró-reitorias. “As reuniões são fundamentais. É o momento de que a Escola tem para esclarecer as diretrizes. É também oportunidade para professores tirarem suas dúvidas”, destacou o professor Émilien Vilas Boas, que sempre participa dos encontros.
 
Fonte: Dom Helder Câmara