Semana de acolhida aos professores do Catarinense

Jornada Pedagógica e palestra com o psiquiatra Dr. Içami Tiba foram os destaques

A primeira semana de fevereiro foi intensa no Colégio Catarinense (CC). No dia 4, todos os professores participaram da “Jornada Pedagógica 2013”, organizada pelo SINEPE/SC (Sindicato das Escolas Particulares do Estado de Santa Catarina). O evento reuniu Gestores, Especialistas, Coordenadores e Professores com o objetivo de possibilitar reflexões sobre os novos paradigmas que permeiam as práticas educativas no processo de ensino-aprendizagem.

O professor de filosofia do CC, Pedro Baesso, afirma que as palestras foram instigadoras e enriquecedoras no que diz respeito ao fazer pedagógico: “Não precisamos e nem devemos temer o novo, pois ele nos desafia e nos desinstala da mesmice, tudo é aprendizagem, tudo é possibilidade”.

O palestrante mais esperado foi o psiquiatra Dr. Içami Tiba, que já concluiu mais de 78.000 atendimentos a adolescentes e suas famílias, proferiu mais de 3.500 palestras e tem quatro milhões de livros vendidos. Para ele, os educadores têm muito trabalho pela frente, pois o ato de ensinar, atualmente, precisa de um olhar que englobe novos paradigmas da Educação. “O professor precisa ter a consciência de que está ajudando a construir um país quando capacita o aluno a ser um profissional competente e um cidadão consciente da sua importância na composição da sociedade. Cada aula é um ‘tijolinho’ a ser integrado na constituição da sociedade. A educação é o sangue que leva o conhecimento para alimentar, formar e organizar a cidadania progressiva e ética existente em cada aluno – tão importante e necessária para a civilização”, diz.

No dia 5, o Diretor-Geral do CC, Padre Mário Sündermann, recepcionou os professores e fez uma retrospectiva dos momentos que marcaram o ano de 2012, comentou o processo de avaliação dos professores e ainda discorreu sobre o tema da campanha 2013 do Colégio, o Projeto Magis. Após a exposição, todos se dirigiram ao pátio externo do Infantil para um lanche de confraternização.

Fonte: Colégio Catarinense