JMJ Rio2013 tem mais de 70 mil os voluntários inscritos

São 45 mil diocesanos e 15 mil divididos entre nacionais e internacionais

 

foto
 
Já são mais de 70 mil inscritos. Pessoas de todas as partes do Brasil e do mundo, mas de maneira especial serão os voluntários chamados “diocesanos” — residentes na cidade-sede ou nas subsedes— a base da “força-tarefa” dos voluntários da Jornada Mundial da Juventude Rio2013.
 
Entre os voluntários inscritos serão selecionados 60 mil, divididos em 45 mil diocesanos (ou seja, aqueles que moram no Rio de Janeiro, Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Niterói e São Gonçalo) e 15 mil divididos meio a meio entre nacionais e internacionais. Da meta de 45 mil estão inscritos 38 mil cariocas. Segundo o Comitê Organizador Local (COL), o número desejado será superado com a prorrogação do prazo de inscrições até 15 de fevereiro, quando serão computados os vários pedidos de voluntários que ainda não foram totalmente processados pelo sistema. 
 
O número previsto para voluntários nacionais e internacionais já foi ultrapassado. O número de voluntários cariocas é uma categoria muito maior que as outras duas anteriores juntas e está em um universo menor. Para completar ainda mais rápido o grupo de jovens do Rio de Janeiro que estará servindo na JMJ está sendo feito levantamento nas paróquias do Rio e cidades sub-sedes para o cadastro de voluntários. 
 
A seleção dos voluntários nacionais e internacionais seguiu critérios mais específicos do que a dos diocesanos. “O Rio abraça a JMJ e só o fato de ser daqui já é como uma convocação para ser voluntário. Além disso, o número é muito maior e o principal filtro é a paróquia em que ele está inserido”, diferencia o diretor do setor, Padre Ramon Nascimento.