Retiro Quaresmal será realizado em Brasília

O retiro acontecerá aos domingos, no Centro Cultural de Brasília, nos meses de fevereiro e março

O CCB (Centro Cultural de Brasília) promove o Retiro Quaresmal 2013, que será realizado em encontros de partilha aos domingos, das 9h às 10h45, nos dias 17 e 24 de fevereiro e 3, 10, 17 e 24 de março. O retiro é feito durante toda a quaresma. O material está disponível no CCB.

O retiro pode ser feito individualmente ou em grupo, durante a semana. Aos domingos há os encontros para a partilha. Os roteiros do retiro seguem a metodologia Inaciana e foram elaborados por um grupo de jesuítas que tem experiência no campo dos Exercícios Espirituais.

 

O Pe. Adroaldo Palaoro, sj, fala sobre a importância da Quaresma:

Quaresma: tempo litúrgico forte de reconstrução de novas relações: consigo, com ou outros, com a criação e com o Criador. Com sua linguagem, suas celebrações, seus exercícios e seus ritos, quaresma é um tempo forte de conversão.

Na perspectiva inaciana, conversão não é simples mudança exterior no modo de ser e agir, mas “mudança de senhor”; quaresma é tempo de trocar de comando, tempo forte para consultar o interior e verificar qual é o “senhor” que move o nosso coração. É neste contexto de conversão que se situam as práticas quaresmais: oração, jejum e esmola. Através de uma vivência mais radical dessas práticas começa a acontecer um deslocamento dos “falsos senhores” que habitam o nosso coração e, ao mesmo tempo, amplia-se o espaço interior para a presença e ação do “verdadeiro Senhor”.

Práticas que condensam o sentido da vida; são: o mergulho no mistério de Deus (oração), o abrir-se aos outros (esmola) e a capacidade de ordenar e dirigir a própria existência (jejum). Tais “exercícios quaresmais” só têm sentido se nos levam a uma identificação com Jesus Cristo; são exercícios que alimentam e sustentam nosso seguimento de Cristo.

Nesse sentido, Quaresma torna-se um “estar com Jesus” no deserto, para, com Ele, dar a Deus o lugar central de nossas vidas.

Desejamos, com estes subsídios, colaborar para que as pessoas e grupos possam fazer uma experiência profunda do “mistério pascal”, vivendo a “travessia quaresmal” em direção a um “maior serviço”.

 

        Pe. Adroaldo Palaoro, sj

       Diretor do Centro de Espiritualidade Inaciana (CEI)

Fonte: CCB