Jesuíta muda cenário de pobreza no Congo

Trabalho com comunidades locais acontece desde 2005

 

foto
 
De 2005 até 2012, o padre jesuíta Ferdinand Muhigirwa (foto) foi diretor do CEPAS (Centro de Estudos de Ação Social) da República Democrática do Congo. Embora o país seja rico em recursos naturais, os benefícios da exploração não atingem a maioria da população. Esta foi a razão para que em 2008 o padre Muhigirwa tentasse uma mudança no sistema de gestão para que esses recursos beneficiassem os cidadãos. 
 
Com isso, Ntumba Sylvain, Diretor Geral do Instituto Africano de Desenvolvimento Econômico e Social (INADES) reconheceu o trabalho de Pe. Muhigirwa como um sinal tangível de “compromisso para a mudança social.” A taxa de câmbio que P. Promove Muhigirwa não se limita aos recursos naturais, mas também inclui a gestão da instituição e endereço.
 
Ele está convencido de que a mudança social baseada na justiça não pode ser feita sem ser reforçada pela capacidade de desenvolvimento dos protagonistas. “E esta é a razão que as cepas de P. Muhigirwa foram criadas para sustentar o desenvolvimento do setor”, explica Christian Mavinga, responsável pelo setor de desenvolvimento de linhagens. Graças a este setor, o Centro oferece às instituições não só a oportunidade de participar em cursos de formação para desenvolver a sua própria capacidade, mas também o compromisso pela formação de outros.