FAJE é uma das 12 universidades privadas do Brasil com nota máxima no MEC

Pontuação do Índice Geral de Cursos avalia o nível dos cursos e instituições de ensino superior

 

foto
 
A divulgação nesta quinta-feira, dia 6 de dezembro, do IGC (Índice Geral de Cursos), que avalia o nível dos cursos e instituições de ensino superior, revelou que entre 2.136 universidades e faculdades avaliadas no país, apenas 27 atingiram o conceito máximo de qualidade atribuído pelo MEC (Ministério da Educação). Entre essas 27, apenas 12 são privadas e nesta seleta lista está a FAJE (Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia), que obteve nota 5 no IGC, a pontuação máxima.
 
O índice, que vai de 1 a 5, leva em conta o desempenho dos estudantes no Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes), a avaliação da infraestrutura das faculdades e o grau de formação do corpo docente.
 
Segundo o IGC, a elite do ensino superior no Brasil está dividida entre faculdades e universidades públicas (15) e institutos especializados da rede privada (12). A avaliação, porém, não inclui todas as faculdades e universidades estaduais – em São Paulo, por exemplo, a USP (Universidade de São Paulo) fica de fora.
 
Apesar de 27% das faculdades não ter alcançado a nota mínima estipulada pelo MEC, o ministro Aloísio Mercadante considerou que a índice mostrou evolução, já que o percentual de instituições aprovadas subiu de 51,8% em 2008 para 60,8% em 2011. “A conclusão é que houve expressiva evolução do ensino superior em todos os níveis nas universidades, centros universitários e faculdades”, disse Mercadante .
 
Com informações do UOL