Alunos do Santo Inácio vencem concurso e ganham viagem para Polônia e Israel

Proposta da excursão é incentivar a reflexão sobre os crimes cometidos na perseguição aos judeus na 2ª Guerra Mundial

Úrsula Matos e Rodrigo Armando, alunos do Ensino Médio do Colégio Santo Inácio (CSI), localizado no Rio de Janeiro (RJ), seguirão em abril de 2013 para a Polônia e Israel com estudantes da escola judaica Liessin.

Em outubro, alunos da escola judaica visitaram o Colégio Santo Inácio, o encontro fez parte do projeto %u2018Vizinhos de Portas Abertas%u2019 que existe há 6 anos e tem como objetivo familiarizar estudantes de colégios de culturas diferentes, o Liessin fica próximo ao CSI.

Por conta desta iniciativa, a escola judaica ofereceu uma vaga para um aluno do Santo Inácio na Marcha da Vida, uma viagem que passa por Israel e por campos de concentração na Polônia. A proposta da excursão é incentivar a reflexão sobre os crimes cometidos na perseguição ao povo judeu durante a Segunda Guerra Mundial.

Para participar do concurso, vinte alunos do Ensino Médio do CSI tiveram que escrever uma redação sobre o Holocausto, o autor da melhor redação ganharia a viagem, que será custeada pelo Liessin.  Úrsula foi a vencedora do concurso e em 2013 embarca para a Polônia e Israel.

Em setembro, os estudantes do CSI tiveram a oportunidade de conhecer os relatos de Aleksander Laks, sobrevivente do Holocausto. Laks viveu com a família no Gueto de Lodz, onde ficaram confinados 165 mil judeus. Depois, foi preso no campo de concentração de Auschwitz, onde viu o pai morrer de maus tratos. Este relato ajudou os alunos no aprofundamento do tema.

Em uma solenidade, no dia 29 de outubro, foi anunciado que mais um aluno entre os que concorreram à viagem, também poderia participar da excursão, que será paga pelo Colégio Santo Inácio. Rodrigo Armando que conquistou o segundo lugar no concurso vai acompanhar Úrsula na viagem.

O reitor do CSI, Padre Luiz Antonio Monnerat, destacou a importância da parceria entre as escolas. “Faz parte de nossa fé essa abertura a outras religiões. Assim, estamos em busca da paz e da harmonia entre todos os povos”.

Rodrigo com o Pe. Luiz Antonio Monnerat

 A diretora de Formação Cristã do CSI, Vera Porto, ressaltou a necessidade da união entre seres humanos que, “independente da religião que assumem, se empenham em fazer do mundo um ambiente de alegria e paz”. Já o diretor executivo do Liessin, Sergio Napchan, destacou que participar da Marcha da Vida é “orar por um futuro melhor para a humanidade”.

A expectativa de Úrsula é de que voltará da viagem como “uma nova pessoa”. Ela ressaltou que a experiência já foi proveitosa: “A aula que tivemos no Liessin, sobre o Holocausto e Israel, e os materiais que lemos nos despertaram a atenção para fatos da história mundial que são importantes”, comentou Úrsula.

Rodrigo está ansioso com a viagem. “É uma experiência entusiasmante. Acho que é importante conhecer outra cultura, outra religião”, afirma o aluno.

Os demais participantes do concurso elogiaram a iniciativa. “O tema é muito importante e precisa ser tratado com todo o respeito. A vinda do senhor Laks reforçou isso”, afirma a aluna Giuliana James.

Confira a matéria feita pelo programa Comunidade na TV, produzido pela Federação Israelita do Estado do Rio de Janeiro (Fierj), que apresentou o resultado do concurso.

Fonte: Colégio Santo Inácio