Setor de Voluntários da JMJ Rio 2013 prepara encontros de formação

Objetivo é aproximar colaboradores

 

foto
 
“Os evangelizadores de que a Igreja precisa no Terceiro Milênio.” Este trecho da oração oficial da Jornada define o voluntariado na Jornada Mundial da Juventude Rio 2013. Para aprofundar o conhecimento destes jovens, todos os vicariatos da arquidiocese do Rio de Janeiro participam, a partir de novembro, do encontro de formação para os voluntários diocesanos.
 
Realizadas até o mês de dezembro, as reuniões convocam todos os voluntários diocesanos selecionados e, também, os interessados em contribuir com a Jornada. Segundo a Secretária-Executiva do setor de Voluntários, Giselle Azevedo, o objetivo desses encontros é estar mais próximo dos colaboradores.
 
“Esse encontro já se realiza nas paróquias com a formação que o setor desenvolve e envia aos coordenadores, que aplicam mensalmente esse conteúdo para os seus voluntários. Mas, nestes meses, vamos aplicar a formação nas paróquias. Não vamos de paróquia em paróquia porque isso seria quase impossível. Então, nós vamos juntar, por foranias, aquelas mais próximas”, explica Giselle.
 
A coordenadora destaca que esse encontro é uma convocação para todo voluntário diocesano selecionado e um convite a todos aqueles que tenham interesse em conhecer mais sobre o serviço e se voluntariar ainda para a Jornada.
 
“Ele é aberto a todos que queiram participar. Temos um grande desejo de que, a partir desse encontro, novos jovens e adultos queiram se voluntariar e, mais do que isso, que aqueles que já estão engajados sejam bem informados e esclarecidos, tendo a oportunidade de sanar todas as suas dúvidas para que se sintam cada vez mais motivados para a JMJ”, disse Giselle.
 
De acordo com os organizadores, no encontro haverá uma formação espiritual, com momentos de oração, de esclarecimento e explicações diversas, de tirar dúvidas e de agradecimento ao trabalho dos voluntários.
 
“Nós queremos dizer o quanto estamos gratos pelas orações e pela dedicação deles. Os voluntários, enquanto alma da JMJ, são o rosto e o braço da Jornada, que é feita a muitas mãos. Então, a JMJ precisa de voluntários esclarecidos e motivados. Esse encontro irá fomentar isso no coração dos nossos jovens e fazê-los compreender que estamos em missão, formando esses discípulos missionários de Cristo”, afirmou a coordenadora.
 
Fonte: Rádio Vaticana